O 10º sucessor de dom Bosco se apresenta: próximo dos fracos e dos jovens

Revista ihu on-line

Zooliteratura. A virada animal e vegetal contra o antropocentrismo

Edição: 552

Leia mais

Modernismos. A fratura entre a modernidade artística e social no Brasil

Edição: 551

Leia mais

Metaverso. A experiência humana sob outros horizontes

Edição: 550

Leia mais

Mais Lidos

  • Por defender indígenas, arcebispo de Porto Velho é alvo de intimidações até nas missas

    LER MAIS
  • Algorética: os valores atemporais da religião e sua contribuição insubstituível para o desenvolvimento humano e pacífico da inteligência artificial. Artigo de Paolo Benanti

    LER MAIS
  • “Elon Musk é um exemplo de que o capitalismo está se desintegrando”. Entrevista com Jonathan Crary

    LER MAIS

Newsletter IHU

Fique atualizado das Notícias do Dia, inscreva-se na newsletter do IHU


Por: Jonas | 04 Abril 2014

A atenção, a proximidade, o apoio aos jovens em dificuldades, aos mais desprovidos que ficaram sem emprego, a atenção aos pobres, aos que vivem nas periferias do mundo. Ángel Fernández Artime, o novo reitor maior dos Salesianos, está preparado para aceitar o desafio. Hoje, em Roma, reuniu-se com os jornalistas na Casa generalícia da Congregação que foi fundada por São João Bosco: Do encontro também participaram o padre Francesco Cereda, vigário do reitor maior, e Carlo Di Cicco, vice-diretor de “L’Osservatore Romano”.

 
Foto: http://goo.gl/gHkTGR  

A reportagem é publicada por Vatican Insider, 02-04-2014. A tradução é do Cepat.

“Trabalhando com os jovens, vocês enfrentam o mundo da exclusão juvenil. E isto é tremendo! Hoje é tremendo pensar que há mais de 75 milhões de jovens sem trabalho, aqui, no Ocidente. Pensemos na vasta realidade do desemprego, com todas suas consequências negativas”, havia dito o Papa Francisco, lançando um desafio que segundo Fernándes Artime é “muito grande”, mas que “nossa família enfrentará, olhando para o futuro com esperança; e acredito que seremos capazes de dar respostas. As palavras do Papa para nós foram muito belas”, destacou, para recordar que precisamente “dom Bosco tinha no coração aos mais jovens e aos pobres, e eles também estão em nossos corações; assim, devemos acolher as palavras e os desafios que nos lançou o Papa”.

Os números que retratam a realidade dos Salesianos oferecem um quadro claro no compromisso daqueles que decidiram seguir as pegadas de dom Bosco. Há 300.000 salesianos em todo o mundo e sua presença é forte em 130 nações, com 2.500 obras. Números que caracterizam o que era a ideia inicial de seu fundador e que o novo reitor maior recordou ao explicar que celebrar o bicentenário do nascimento de dom Bosco “significa renovar o empenho para dar dignidade aos jovens, essa dignidade que falta pela pobreza, pelo desemprego, pela ignorância cultural, pela violência, pelas guerras, pelas migrações forçadas”. Um compromisso, continuou Fernández Artime, que não nasce somente da solidariedade humana, por filantropia, mas que é impulsionado e animado “pela fé e a vontade de ser discípulos de Jesus e do Evangelho”. Um compromisso total em todos os cantos do mundo, um compromisso para o qual o Papa Francisco convidou. Este é o desafio que o novo reitor maior e sua família aceitaram.

Comunicar erro

close

FECHAR

Comunicar erro.

Comunique à redação erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta página:

O 10º sucessor de dom Bosco se apresenta: próximo dos fracos e dos jovens - Instituto Humanitas Unisinos - IHU

##CHILD
picture
ASAV
Fechar

Deixe seu Comentário

profile picture
ASAV