Justin Welby, arcebispo de Canterbury, faz chamada de vídeo com o Patriarca Kirill

Mais Lidos

  • Especialização em Protagonismo Feminino na Igreja: experiência de sororidade e crescimento humano integral

    LER MAIS
  • Católicos versus Evangélicos no Brasil: “guerra de posição” x “guerra de movimento”. Artigo de José Eustáquio Diniz Alves

    LER MAIS
  • No meio do caminho estava o CIMI: 50 anos do documento-denúncia “Y-Juca-Pirama” e a atuação do Pe. Antônio Iasi Jr, SJ

    LER MAIS

Newsletter IHU

Fique atualizado das Notícias do Dia, inscreva-se na newsletter do IHU


Revista ihu on-line

Zooliteratura. A virada animal e vegetal contra o antropocentrismo

Edição: 552

Leia mais

Modernismos. A fratura entre a modernidade artística e social no Brasil

Edição: 551

Leia mais

Metaverso. A experiência humana sob outros horizontes

Edição: 550

Leia mais

18 Março 2022

 

O Arcebispo de Canterbury Justin Welby fez uma chamada de vídeo com o Patriarca Kirill de Moscou na quarta-feira, 16-03, para discutir a urgente necessidade de paz na Ucrânia. O arcebispado emitiu uma declaração sobre a conversa.

 

A declaração é publicada pelo Arcebispado de Canterbury, 16-03-2022. A tradução é de Wagner Fernandes de Azevedo.

 

Eis a declaração.

 

O Arcebispo de Canterbury encontrou-se com Sua Santidade Patriarca Kirill de Moscou por videochamada nesta tarde.

O Arcebispo agradeceu ao Patriarca pelo encontro e pela oportunidade de discutir a necessidade urgente de paz na Ucrânia.

Durante a conversa, o arcebispo Justin Welby expressou sua grave preocupação com a guerra na Ucrânia, que ele disse ser uma grande tragédia. Ele enfatizou a necessidade do fim da violência na Ucrânia e disse que a guerra e a violência nunca são uma resposta. O arcebispo disse que precisamos encontrar maneiras de viver como vizinhos na Europa sem a agressão e o sofrimento humano que fizeram parte de nossa vida e história.

O arcebispo disse que, como igrejas, devemos estar unidos para seguir o grande chamado de Jesus Cristo a seus discípulos para serem pacificadores, para fazer o que pudermos para permitir que os políticos façam seu trabalho de estabelecer a liberdade e os direitos de todas as pessoas na Ucrânia. Ele apelou a Sua Santidade para se juntar a ele em falar pela paz em público e falou da necessidade de um cessar-fogo.

O arcebispo disse que ele e a Igreja da Inglaterra fariam o que pudessem para apoiar os refugiados.

Ambos os líderes enfatizaram a necessidade de alcançar uma paz duradoura baseada na justiça o mais rápido possível e concordaram com a comunicação contínua.

 

Leia mais

 

Comunicar erro

close

FECHAR

Comunicar erro.

Comunique à redação erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta página:

Justin Welby, arcebispo de Canterbury, faz chamada de vídeo com o Patriarca Kirill - Instituto Humanitas Unisinos - IHU