Profissão: sacerdote

Revista ihu on-line

Metaverso. A experiência humana sob outros horizontes

Edição: 550

Leia mais

Caetano Veloso. Arte, política e poética da diversidade

Edição: 549

Leia mais

Mulheres na pandemia. A complexa teia de desigualdades e o desafio de sobreviver ao caos

Edição: 548

Leia mais

Mais Lidos

  • Celibato dos padres no centro do Sínodo. O caso dos abusos impulsiona as reformas

    LER MAIS
  • Marcial Maciel, o fantasma que vagueia pela Igreja. Agora é preciso ir além da condenação de dezesseis anos atrás. A ferida se reabre e sangra periodicamente

    LER MAIS
  • Ratzinger, além de Munique, há uma página negra em seu pontificado. Artigo de Marco Politi

    LER MAIS

Newsletter IHU

Fique atualizado das Notícias do Dia, inscreva-se na newsletter do IHU


07 Agosto 2011

Como se comporta um bom padre: os conselhos da Congregação para o Clero.

A reportagem é do sítio Vatican Insider, 07-08-2011. A tradução é de Moisés Sbardelotto.

Mesmo quando "come ou repousa", o sacerdote deve se comportar com "sobriedade e temperança". A sua casa deve ser "simples e pobre". E, quando ele fala, mesmo dos "assuntos mais comuns", deve usar de "delicadeza".

Estão banidas, portanto, as atitudes presunçosas e orgulhosas. Os pastores devem receber os fiéis "no escritório paroquial" com "modos acolhedores e amáveis". Com as mulheres, o sacerdote deve usar "prudência" e "firmeza", recomenda uma carta circular da Congregação para o Clero, do ano 2000, intitulada O presbítero, mestre da palavra, ministro dos sacramentos e guia da comunidade em vista do terceiro milênio.

Não deve ser "levado" por aquelas mulheres que mostram querer que ele seja o "substituto" do marido e deve cuidar para não "virar a cabeça", mesmo que involuntariamente, para as meninas que frequentam a Igreja. Entre os defeitos a serem evitados, estão a vaidade, a ocupação em demasia dos assuntos mundanos, a pouca atenção aos ritos sagrados. Celebrar com as vestes e as atitudes de todos os dias impede que os fiéis compreendam a santidade de certos momentos.

Além disso, o sacerdote "deve vigiar" sobre aquelas paroquianas que "tendem a capturar o padre, com uma espécie de ciúme". O sacerdote deve ser capaz de apresentar o Evangelho aos fiéis de maneira a "decisivamente atraente", com modos amáveis e uma linguagem elegante.

Ele deve se vestir sempre decentemente, ler muitos livros, aprender a usar a Internet e, sobretudo, evitar a tentação de fazer política, embora deva manter boas relações com as autoridades civis. O Vaticano pede que todos os sacerdotes façam um grande esforço na questão da pregação, que se reveste de "notável importância" na relação com os fiéis.

Por isso, os presbíteros devem aproveitar as vantagens oferecidas pelos meios de comunicação, estudando os segredos de "reconhecidos profissionais da televisão e do rádio". Os padres devem "aproveitar com competência e espírito apostólico os novos púlpitos, que são os meios de comunicação" e, ao mesmo tempo, devem preparar os seus discursos públicos e as homilias com grande "profissionalismo", de modo a realizar uma pregação "positiva e estimulante".

Portanto, é preciso usar uma linguagem correta e elegante, compreensível para os contemporâneos de todas as classes, evitando banalidades e discursos vazios.

Os sacerdotes também devem prestar especial atenção aos sacramentos, em particular valorizando o papel da Eucaristia e da confissão. Sobretudo para a confissão, sempre mais em crise entre os fiéis, eles são chamados a dar um bom exemplo. Eles mesmos, os sacerdotes, devem ser os "primeiros a se confessar regularmente" e a garantir uma presença fixa periódica no confessionário.

O hábito eclesiástico, o clergyman, jamais deve ser abandonado, sobretudo se "ele serve para anunciar publicamente a sua dedicação, sem limites de tempo e lugar, ao serviço de Cristo". O sacerdote também deve estar atento para não ter, no âmbito político, uma atitude "contraditória", evitando, por isso, tomadas de posição específicas em favor de um partido ou de outro.

Depois, o padre, que muitas vezes goza de "notável prestígio junto aos fiéis" e em alguns lugares, também junto às autoridades civis, deve se lembrar que "tal prestígio deve ser vivido humildemente, dele servindo-se corretamente".

Comunicar erro

close

FECHAR

Comunicar erro.

Comunique à redação erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta página:

Profissão: sacerdote - Instituto Humanitas Unisinos - IHU

##CHILD
picture
ASAV
Fechar

Deixe seu Comentário

profile picture
ASAV