Encontrado papiro com referência mais antiga à Última Ceia

Revista ihu on-line

Metaverso. A experiência humana sob outros horizontes

Edição: 550

Leia mais

Caetano Veloso. Arte, política e poética da diversidade

Edição: 549

Leia mais

Mulheres na pandemia. A complexa teia de desigualdades e o desafio de sobreviver ao caos

Edição: 548

Leia mais

Mais Lidos

  • A arte da leitura. Artigo de Enzo Bianchi

    LER MAIS
  • Maria Madalena era realmente de Magdala? Duas pesquisadoras investigam isso

    LER MAIS
  • Os verbos transitivos. Artigo de Gianfranco Ravasi

    LER MAIS

Newsletter IHU

Fique atualizado das Notícias do Dia, inscreva-se na newsletter do IHU


Por: André | 03 Setembro 2014

Quando começou a ser celebrada a Eucaristia? Qual foi a primeira Ceia? A história demonstra que Jesus instituiu a celebração de sua memória no pão e no vinho na noite da Quinta-feira Santa na Última Ceia. Agora, um grupo de cientistas da Universidade de Manchester identificou um antigo papiro como o documento que contém a referência mais antiga, encontrada até agora, à liturgia cristã da Eucaristia.

 
Fonte: http://bit.ly/1uvQXEy  

A reportagem está publicada no sítio espanhol Religión Digital, 02-09-2014. A tradução é de André Langer.

O escrito, que data de cerca de 1.500 atrás, contém algumas das primeiras referências documentadas sobre a Última Ceia e o maná.

A principal autora do estudo, Roberta Mazza, encontrou este papiro enquanto trabalhava com milhares de fragmentos de documentos históricos inéditos que são conservados na abóbada da biblioteca da universidade.

“Trata-se de uma importante e inesperada descoberta, já que é um dos primeiros documentos encontrados nos quais se faz referência à Eucaristia – a Última Ceia”, explicou.

Na sua opinião, a descoberta joga nova luz sobre o cristianismo primitivo, já que o documento foi elaborado apenas 300 anos depois que o imperador romano Constantino se convertera à religião.

Além disso, o texto mostra como os cristãos adotaram uma antiga prática egípcia de usar amuletos para proteger o usuário contra os perigos e como mantêm a prática de escrever liturgias em pedaços de papiro de sociedades anteriores.

Neste caso, os cristãos substituíram as orações aos deuses egípcios e greco-romanos por trechos da Bíblia. O texto é uma original combinação de passagens bíblicas, incluindo o Salmo 78, 23-24 e Mateus 26, 28-30, entre outros.

A pesquisadora declarou, ao sítio ‘phys.org’, que, “embora não se saiba quase nada sobre o proprietário do documento, acredita-se que poderia ter sido de um morador da aldeia Hermoupolis (el-Ashmunein)”.

“É duplamente fascinante, porque o fabricante do amuleto tinha claro conhecimento da Bíblia, mas cometeu uma série de erros. Algumas palavras estão mal escritas e outras estão na ordem equivocada. Isto sugere que ele estava escrevendo de memória em vez de copiá-lo”, explicou Mazza.

A especialista mostrou-se “emocionada” com esta descoberta que, segundo assinalou, “demonstra que o conhecimento da Bíblia estava mais arraigado no Egito do século VI d.C. do que se acreditava”.

O texto completo do papiro é o seguinte:

“Temer todos a quem reinará sobre a terra. Que as nações e os povos saibam que Cristo é nosso Deus. Porque ele falou e eles começaram a ser, ele mandou e eles foram criados; ele pôs tudo sob nossos pés e nos livrou da vontade de nossos inimigos. Nosso Deus preparou uma mesa no deserto sagrado e deu maná de comer para um novo pacto: o corpo imortal do Senhor e o sangue que Cristo derramou por nós na remissão dos pecados.”

Comunicar erro

close

FECHAR

Comunicar erro.

Comunique à redação erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta página:

Encontrado papiro com referência mais antiga à Última Ceia - Instituto Humanitas Unisinos - IHU

##CHILD
picture
ASAV
Fechar

Deixe seu Comentário

profile picture
ASAV