Chile. Leigos caminharão de Osorno até Valdivia para pedir a renúncia do bispo Juan Barros

Mais Lidos

  • Como o Papa Francisco está tentando “feminilizar” a Igreja

    LER MAIS
  • “Os maus-tratos aos animais é uma expressão do mal e da nossa incapacidade de aceitar os outros”. Entrevista com Corine Pelluchon

    LER MAIS
  • Israel-Palestina. Um soldado se sacrifica e um primeiro-ministro renuncia: o genocídio em Gaza provoca ações desesperadas

    LER MAIS

Newsletter IHU

Fique atualizado das Notícias do Dia, inscreva-se na newsletter do IHU


Revista ihu on-line

Zooliteratura. A virada animal e vegetal contra o antropocentrismo

Edição: 552

Leia mais

Modernismos. A fratura entre a modernidade artística e social no Brasil

Edição: 551

Leia mais

Metaverso. A experiência humana sob outros horizontes

Edição: 550

Leia mais

08 Março 2016

Os leigos de Osorno anunciaram que farão uma caminhada nos dias 1º, 2 e 3 de abril, pela Ruta 5 Sur, como protesto contra o atual bispo da diocese, Juan Barros Madrid, supostamente envolvido no caso Karadima. Ao mesmo tempo reivindicam a sua saída da diocese.

A reportagem foi publicada por Religión Digital, 07-03-2016.

No último dia 9 de janeiro aconteceu a primeira manifestação midiática da Organização, nesta ano. Foi feita a "ocupação pacífica" na entrada da catedral San Mateo de Osorno pedindo a renúncia do prelado. Já naquele momento percebeu-se uma radicalização do movimento.

Nesse contexto, o porta-voz da organização, Juan Carlos Claret, anunciou uma caminhada pela Ruta 5 Sur de Osorno até Valdivia em busca de apoio para a causa.

"A situação de nossa igreja preocupa-nos tanto que somos capazes de dar um testemunho forte não apenas para Osorno, mas para o mundo. Para colocar o assunto em discussão, precisamos dos leigos do Chile e, por isso, caminhamos para outra diocese", explicou.

Claret foi enfático em afirmar que embora não se tenha alcançado o objetivo principal da organização, no que se refere à renúncia do bispo atual, o agrupamento conseguiu imprimir avanços na própria igreja católica. "Houve muitas mudanças, hoje em dia, para nomear bispos, por exemplo, devem-se elevar os padrões de transparência, o que é uma conquista para nós", disse.

A Organização de Leigos e Leigas da cidade estima que ainda existem inúmeros temas tabu na hierarquia da Igreja Católica, e pretendem abordá-los nos próximos dias 21 e 22 de maio durante o segundo Encontro Nacional de Leigos a realizar-se em Osorno.

Foto: Religión Digital.

Comunicar erro

close

FECHAR

Comunicar erro.

Comunique à redação erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta página:

Chile. Leigos caminharão de Osorno até Valdivia para pedir a renúncia do bispo Juan Barros - Instituto Humanitas Unisinos - IHU