Igreja diz não ver problema com redes sociais de padre Fábio de Melo

Revista ihu on-line

Modernismos. A fratura entre a modernidade artística e social no Brasil

Edição: 551

Leia mais

Metaverso. A experiência humana sob outros horizontes

Edição: 550

Leia mais

Caetano Veloso. Arte, política e poética da diversidade

Edição: 549

Leia mais

Mais Lidos

  • A guerra de Putin e Kirill. “O pluralismo religioso nunca foi um problema para a democracia, mas hoje o pluralismo ético moral o é para as democracias”. Entrevista com José V. Casanova

    LER MAIS

Newsletter IHU

Fique atualizado das Notícias do Dia, inscreva-se na newsletter do IHU


07 Março 2016

Um representante da igreja católica em Taubaté, cidade localizada no interior de São Paulo, disse não ver problema com as redes sociais do padre Fábio de Melo, também conhecido entre internautas como o "padre pop".

A reportagem foi publicada por Portal Uol, 06-03-2016.

"É uma forma excelente de trazer pessoas para conhecerem a realidade do padre, que também se faz próximo, que também tem uma vida normal", disse o padre Jaime Lemes, porta-voz da diocese local, em entrevista ao "Fantástico", da TV Globo, neste domingo (6).

Intenso usuário do Twitter, Instagram e Facebook (que, juntos, somam 9 milhões de seguidores), padre Fábio de Melo estreou recentemente em sua quarta rede social, no Snapchat, aplicativo de transmissão de vídeos de 10 segundos. Como de costume, a religião pouco aparece, e o bom humor --com aquela pitada de ironia-- faz qualquer um querer acompanhar o novo perfil.

No Snapchat, Fábio de Melo aparece com uma cara medonha de zumbi, ou, talvez, de óculos escuros comendo ovo cozido no aeroporto. Só pra variar, ele reclama também das segundas-feiras, do cansaço e do pouco tempo que tem para dormir. Fábio de Melo também já se envolveu em polêmicas, como as críticas que fez ao personagem "O Pequeno Príncipe".

"Aquele sou eu na minha intimidade, com os meus amigos, com as pessoas que participam da minha vida", disse ele. "Não olho para me sentir menos idiota. Acho que, se olhasse, eu me sentiria muito mal", explicou o sacerdote, ao ser questionado o motivo pelo qual não costuma olhar diretamente para a câmera do celular.

Natural de Formiga (MG), Fábio de Melo, de 44 anos, mora atualmente na zona rural de Taubaté, no Vale do Paraíba, interior de São Paulo. Além de padre, Melo também é cantor, escritor e apresentador da TV Canção Nova.

Comunicar erro

close

FECHAR

Comunicar erro.

Comunique à redação erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta página:

Igreja diz não ver problema com redes sociais de padre Fábio de Melo - Instituto Humanitas Unisinos - IHU

##CHILD
picture
ASAV
Fechar

Deixe seu Comentário

profile picture
ASAV