O roubo de documentos e a reforma da Igreja. A declaração do Papa Francisco

Revista ihu on-line

Modernismos. A fratura entre a modernidade artística e social no Brasil

Edição: 551

Leia mais

Metaverso. A experiência humana sob outros horizontes

Edição: 550

Leia mais

Caetano Veloso. Arte, política e poética da diversidade

Edição: 549

Leia mais

Mais Lidos

  • Quem vem depois de Francisco?

    LER MAIS
  • Mais um ataque ao SUS

    LER MAIS
  • “Sendo 1% da população, os indígenas são a ponta de lança na resistência a Bolsonaro.” Entrevista com Raúl Zibechi

    LER MAIS

Newsletter IHU

Fique atualizado das Notícias do Dia, inscreva-se na newsletter do IHU


09 Novembro 2015

Após a oração do Angelus, neste domingo, dia 08-11-2015, o Papa Francisco fez uma declaração sobre as recentes publicações de notícias e documentos reservados da Santa Sé.

Eis a declaração.

Sei que muitos de vocês estão perturbados pelas notícias que circularam nos dias passados a propósito de documentos reservados da Santa Sé que foram subtraídos e publicados.

Por isto gostaria de dizer- lhes, antes de mais, que roubar estes documentos é um delito. É um ato deplorável que não ajuda. Eu próprio tinha pedido para fazer aquele estudo, e aqueles documentos, eu e os meus colaboradores, já os conhecíamos bem e foram tomadas medidas que começaram a dar frutos, alguns já visíveis.

Mas quero também lhes assegurar que este triste fato não me desvia, certamente, do trabalho de reforma que estamos a levar em frente com os meus colaboradores e com o apoio de todos vocês. Sim com a ajuda de toda a Igreja, porque a Igreja renova-se com a oração e com a santidade quotidiana de cada batizado.

Por isto agradeço-lhes e peço que continuem a rezar pelo Papa e pela Igreja, sem que se deixem perturbar, mas indo sempre em frente com confiança e esperança.

Para ouvir o audio, em italiano, clique aqui. Para ver o vídeo, clique aqui.

Comunicar erro

close

FECHAR

Comunicar erro.

Comunique à redação erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta página:

O roubo de documentos e a reforma da Igreja. A declaração do Papa Francisco - Instituto Humanitas Unisinos - IHU

##CHILD
picture
ASAV
Fechar

Deixe seu Comentário

profile picture
ASAV