Sociedade enganada – um depoimento de Antonia Melo

Revista ihu on-line

Metaverso. A experiência humana sob outros horizontes

Edição: 550

Leia mais

Caetano Veloso. Arte, política e poética da diversidade

Edição: 549

Leia mais

Mulheres na pandemia. A complexa teia de desigualdades e o desafio de sobreviver ao caos

Edição: 548

Leia mais

Mais Lidos

  • A fantasia de Deus. Leonardo Boff e o Espírito Santo

    LER MAIS
  • A crise energética, a escolha europeia, e a “reviravolta russa”. Artigo de José Luís Fiori

    LER MAIS
  • Quando o Episcopado era apenas um sacramental: uma evolução histórica esclarecedora. Artigo de Andrea Grillo

    LER MAIS

Newsletter IHU

Fique atualizado das Notícias do Dia, inscreva-se na newsletter do IHU


06 Agosto 2015

"Famílias que há tantos anos viveram nesses locais sossegados, estão desesperadas por não saber o que vão fazer com a miséria que a Norte Energia propõe", escreve Antonia Melo, em depoimento publicado por Movimento Xingu Vivo para Sempre, 04-08-2015.

Eis o depoimento.

As famílias que ainda resistem, sofrem com o vai e vem dos maquinários. Devido às obras da construção de Belo Monte, a sociedade de Altamira vem passando por maus momentos; vexatórios; humilhações, inseguranças e negação dos direitos em meio aos escombros… Poucas famílias ainda resistem e não se curvaram aos “trocadilhos” oferecido pela Norte Energia (junto com o governo federal). Essa empresa vem enganando as famílias, se negando a negociar, e como sempre quebrando o acordo nas negociações.

As demolições das moradias das famílias remanejadas compulsoriamente… …destruição das casas no final da rua Manoel Umbuzeiro, Comandante Castilho, Fausto Pereira e bairro Açaizal… …chegando até Ernesto Acioli, provocando acidentes como quebra de encanação de água, fiação elétrica; deixando as famílias que ainda resistem sem água e luz elétrica.

Famílias que há tantos anos viveram nesses locais sossegados, estão desesperadas por não saber o que vão fazer com a miséria que a Norte Energia propõe.

Depoimento de Antonia Melo, coordenadora do Movimento Xingu Vivo para Sempre, sobre o processo de despejo dos moradores de Altamira ameaçados pelo reservatório da hidrelétrica de Belo Monte. A casa de Antonia está entre as que devem ser demolidas.

Comunicar erro

close

FECHAR

Comunicar erro.

Comunique à redação erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta página:

Sociedade enganada – um depoimento de Antonia Melo - Instituto Humanitas Unisinos - IHU

##CHILD
picture
ASAV
Fechar

Deixe seu Comentário

profile picture
ASAV