''Renovando a face da Terra'': uma resposta profética às mudanças climáticas

Revista ihu on-line

Modernismos. A fratura entre a modernidade artística e social no Brasil

Edição: 551

Leia mais

Metaverso. A experiência humana sob outros horizontes

Edição: 550

Leia mais

Caetano Veloso. Arte, política e poética da diversidade

Edição: 549

Leia mais

Mais Lidos

  • Diante do nacionalismo da Grande Rússia, vamos reinventar o internacionalismo. Artigo de Pierre Dardot e Christian Laval

    LER MAIS
  • “Fratelli Tutti” coisa nenhuma. “Memorando” exorta que antes do conclave os cardeais releiam “Dominus Iesus”

    LER MAIS
  • “Receber dinheiro para evangelizar de quem gera morte é contraditório”. Entrevista com Dom José Ionilton Lisboa de Oliveira

    LER MAIS

Newsletter IHU

Fique atualizado das Notícias do Dia, inscreva-se na newsletter do IHU


10 Março 2015

Em preparação para a Páscoa, os jesuítas da rede Ignatian Solidarity Network (ISN) estão oferecendo uma série de reflexões quaresmais em torno do tema Renewing the face of the Earth (Renovando a face da Terra).

Veja abaixo, na sessão "Para ler mais", as outras partes dessa série.

Autores de todo o mundo oferecem breves reflexões a partir de suas experiências de cuidado da criação e das leituras do dia. Essas reflexões diárias examinam a nossa fé e o modo como praticamos o cuidado ambiental.

A Ignatian Solidarity Network (ISN) é uma rede de justiça social que reúne universidades, colégios, paróquias, junto com diversas outras instituições católicas e parceiros seculares. Fundada em 2004, a rede se inspira na espiritualidade de Santo Inácio de Loyola.

A reflexão de hoje foi escrita por Nick Napolitano, assistente para os ministérios sociais das províncias jesuítas de Maryland e do Nordeste dos EUA. Ele, sua esposa Michelle e as filhas, Grace e Hannah, vivem no Bronx. A tradução é de Moisés Sbardelotto.

Eis o texto.

Na primeira leitura dessa segunda-feira (2Reis 5, 1-15a), e em toda a Escritura, a água é um símbolo do poder da graça de Deus para curar e dar nova vida.

Mas a poluição e a escassez de água impactam a sobrevivência de quase um bilhão de pessoas no mundo. Nos EUA, muitos assumem como evidente que a água vai estar lá sempre que abrirmos a torneira.

Ainda podemos fazer essas pressuposições quando existe tensão entre as necessidades individuais e empresariais de água devido à seca na Califórnia ou quando o acúmulo de fertilizantes polui a água potável em Des Moines, Iowa, e em Toledo, Ohio?

No Evangelho dessa segunda-feira (Lucas 4, 24-30), Jesus reconhece a dificuldade de ser uma voz profética na sua própria terra. Isso repercute profundamente enquanto eu penso nas mudanças que precisamos fazer no modo em que vivemos nos EUA para preservar e compartilhar a Criação de Deus com todos.

Proteger o direito humano à água limpa e acessível não será fácil e é apenas uma peça do quebra-cabeça das mudanças climáticas. Familiares e amigos podem querer nos levar para fora da cidade ou pior, como o povo de Nazaré fez com Jesus. Deus nos conceda a coragem de encontrar a nossa voz profética para responder às mudanças climáticas.

Questões para reflexão:

  • De que forma a água tem sido uma parte sagrada da sua vida?
  • O que impede você de ser uma voz profética sobre as mudanças climáticas?

Comunicar erro

close

FECHAR

Comunicar erro.

Comunique à redação erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta página:

''Renovando a face da Terra'': uma resposta profética às mudanças climáticas - Instituto Humanitas Unisinos - IHU

##CHILD
picture
ASAV
Fechar

Deixe seu Comentário

profile picture
ASAV