Haitianos. Um ônibus por dia, vindo do Acre, chega em São Paulo

Mais Lidos

  • Católicos cínicos e a negatividade em relação ao Papa Francisco. Artigo de Massimo Faggioli

    LER MAIS
  • Influenciadores ou evangelizadores digitais católicos? Artigo de Dom Joaquim Mol

    LER MAIS
  • Campanha da Fraternidade 2024: Fraternidade e Amizade Social. Artigo de José Geraldo de Sousa Junior e Ana Paula Daltoé Inglêz Barbalho

    LER MAIS

Newsletter IHU

Fique atualizado das Notícias do Dia, inscreva-se na newsletter do IHU


Revista ihu on-line

Zooliteratura. A virada animal e vegetal contra o antropocentrismo

Edição: 552

Leia mais

Modernismos. A fratura entre a modernidade artística e social no Brasil

Edição: 551

Leia mais

Metaverso. A experiência humana sob outros horizontes

Edição: 550

Leia mais

05 Março 2015

Da coluna de Mônica Bergamo, jornalista, publicada no jornal Folha de S. Paulo, 05-03-2015.

“Com a média diária de um ônibus de haitianos vindo do Acre para São Paulo, o padre Paolo Parise, diretor da Missão Paz, vai aproveitar visita do secretário de Estado da Justiça de SP, nesta quinta (5), para pedir socorro. "Todo dia chegam mais 35", diz Parise, que foi procurado por Aloísio de Toledo César. No local dormem 250 pessoas por noite -  a maior parte, no chão.

Além de apoio para abrigar os haitianos, o padre luta pela instalação de postos de informações nas rodoviárias da capital. E requer ação federal para agilizar a emissão de carteiras de trabalho. "Como ela demora, abre-se o caminho para a exploração."

Comunicar erro

close

FECHAR

Comunicar erro.

Comunique à redação erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta página:

Haitianos. Um ônibus por dia, vindo do Acre, chega em São Paulo - Instituto Humanitas Unisinos - IHU