Frases do dia

Revista ihu on-line

Modernismos. A fratura entre a modernidade artística e social no Brasil

Edição: 551

Leia mais

Metaverso. A experiência humana sob outros horizontes

Edição: 550

Leia mais

Caetano Veloso. Arte, política e poética da diversidade

Edição: 549

Leia mais

Mais Lidos

  • Encantar a política: Uma proposta de cristãs e cristãos católicos para o povo brasileiro. Artigo de Toninho Kalunga

    LER MAIS
  • Ucrânia, Terceira Guerra Mundial e o guia do Papa Francisco para a Igreja. Artigo de Tomáš Halík

    LER MAIS
  • Cristo e a paz. Artigo de Dietrich Bonhoeffer

    LER MAIS

Newsletter IHU

Fique atualizado das Notícias do Dia, inscreva-se na newsletter do IHU


31 Outubro 2013

Lição errada

"A Marina precisa compreender que ela entrou junto comigo no governo, em 2003, pra saber que o Brasil tem hoje mais estabilidade econômica" – Lula, ex-presidente da República – Valor, 31-10-2013.

Pão pão, queijo queijo

"Seria mais pão pão, queijo queijo. É importante lembrar que a gente tinha uma inflação de 12% quando cheguei à Presidência e hoje a inflação está em 5,8%. Nós nunca tivemos tanto tempo de estabilidade econômica quanto agora. Em que momento da história esse País teve dez anos de inflação dentro da meta?” - Lula, ex-presidente da República - O Estado de S. Paulo, 31-10-2013.

Estarei lá!

"Eu queria dizer aos meus companheiros de Pernambuco que me aguardem que logo logo eu estarei lá" – Lula, ex-presidente da República – Valor, 31-10-2013.

O grande lider... e agora?

"Em especial, eu queria cumprimentar um líder empresarial, o Eike Batista, pelas palavras que proferiu aqui e pelo fato de que um empreendedor é sempre um exemplo de ousadia. Várias empresas aqui são grandes empresas; eu escolhi uma pessoa e não uma empresa porque eu acho que as pessoas aqui, os líderes empresariais, é que fazem a diferença nas suas empresas. E aqui nós estamos falando de pessoas e não de instituições. Então, meus parabéns a cada um dos empresários aqui presentes" – Dilma Rousseff, presidente da República, em 2011, no evento As Empresas Mais Admiradas do Brasil" de 2011 e 2012, elogiando Eike Batista, empresário da OGX, que, com uma dívida de R$ 11,2 bilhões, pediu recuperação judicial no fim da tarde ontem, no maior calote empresarial da América Latina – Valor, 31-10-2013.

Tipo especial

"Eu queria destacar o Eike Batista. Eu acredito que o Eike é um tipo especial de empreendedor. É uma pessoa que delimita o seu sonho de uma forma extremamente ambiciosa e busca cumpri-lo e busca realizá-lo. Esse fato é algo que os brasileiros têm de ter" – Dilma Rousseff, presidente da República, em cerimônia de celebração do início da produção de petróleo da OGX, realizada em São João da Barra (RJ) em abril de 2012 – Valor, 30-10-2013.

Grande colaboração

"Estou certa que a OGX tem uma grande contribuição na produção de petróleo offshore no Brasil. Estou certa que a OGX tem uma grande colaboração a dar no que se refere a obter tecnologias de última geração para o Brasil. E estou certa que, sem sombra de dúvida, a Petrobras já provou isso ao abrir os caminhos do pré-sal, nós temos, hoje, a possibilidade, pela quantidade de recursos que nós temos nessa área de contar com a participação tanto da OGX como de empresas privadas internacionais" – Dilma Rousseff, presidente da República, em cerimônia de celebração do início da produção de petróleo da OGX, realizada em São João da Barra (RJ) em abril de 2012 – Valor, 30-10-2013.

Elogios e confiança

“Os elogios a Eike permanecerão registrados nos discursos do primeiro mandato de Dilma. Já as próximas falas da presidente poderão mostrar o esforço do governo para evitar que os problemas financeiros do grupo de Eike Batista minem a confiança dos investidores internacionais no Brasil” – Fernando Exman, jornalista – Valor, 31-10-2013.

X

“Eike Batista chegou a ser o brasileiro mais rico, mas era pouco para quem queria ser o homem mais rico do mundo. Mineiro de Governador Valadares, criado na Europa, planejou mudar o Rio e espalhar o X de sua marca pelo Estado” – Paulo Cesarino Costa, jornalista – Folha de S. Paulo, 31-10-2013.

Nada à toa

“(Eike) Não fez nada à toa nem sem autoridades influentes que o bajulavam. Ganhou isenções fiscais, financiamentos e facilidades dos diferentes níveis de governo” – Paulo Cesarino Costa, jornalista – Folha de S. Paulo, 31-10-2013.

Rei ruiu...

“O rei do Rio ruiu. E o rato que roeu a roupa do rei do Rio chama-se... X” – Paulo Cesarino Costa, jornalista – Folha de S. Paulo, 31-10-2013.

Bolsa

“A guerra do Iraque consumiu US$ 3 trilhões. Com esse dinheiro, seria possível levar programas de transferência de renda a 1,5 bilhão de pessoas durante dez anos” - Luiz Inácio Lula da Silva, ex-presidente da República, na solenidade pelos dez anos do Bolsa Família - O Globo, 31-10-2013

A carteirada

“Durante almoço ontem no Palácio da Alvorada, o governo e a política não foram os únicos pratos saboreados pelo ex-presidente Lula e pela presidente Dilma. Conversa vai, conversa vem, e Lula pediu maior agilidade para que fosse aprovada a autorização para funcionamento da TV do Sindicato dos Metalúrgicos de São Bernardo do Campo, entidade que presidiu durante a ditadura militar. Na hora, Dilma pegou o telefone e ligou para o ministro Paulo Bernardo (Comunicações). Perguntou. Ouviu a resposta. Desligou o telefone. E informou ao seu antecessor que estava tudo encaminhado e que era apenas uma questão de dias a aprovação da criação da nova emissora” – Ilimar Franco, jornalista – O Globo, 31-10-2013.

Atarantadas

"Vivemos ainda num país que trata como se fosse rotina o fato de um tiro de policial, no exercício de sua função pública, matar um adolescente desarmado. Isso não escandaliza ninguém (escândalo é quando o cidadão desarmado bate no policial). Vivemos num país em que as autoridades estão aí, perdidas, atarantadas, sem saber como conter o caos das ruas. Um país em que a tropa de choque é treinada para ver no manifestante um inimigo - e onde os policiais se omitem criminosamente diante de tantos atos de vandalismo escancarado. Vivemos, enfim, num país que precisa mudar. Aí vêm os black blocs e expulsam das ruas os manifestantes pacíficos. Mesmo que involuntariamente, eles agem como os coveiros de uma esperança" - Eugênio Bucci, jornalista e professor da ECA-USP e da ESPM - O Estado de S. Paulo, 31-10-2013.

Comunicar erro

close

FECHAR

Comunicar erro.

Comunique à redação erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta página:

Frases do dia - Instituto Humanitas Unisinos - IHU

##CHILD
picture
ASAV
Fechar

Deixe seu Comentário

profile picture
ASAV