Todo o afeto de Pepe Mujica a Chávez

Mais Lidos

  • O Papa: as paróquias devem ser comunidades próximas, sem burocracia. Vídeo do Papa

    LER MAIS
  • "Vou para Roraima em espírito de serviço e de prontidão para aquilo que Deus quer". Entrevista com Dom Evaristo Spengler

    LER MAIS
  • Por um ‘Tribunal Russel’ sobre o genocídio Yanomami. Artigo de Tarso Genro e Marcelo Carneiro da Cunha

    LER MAIS

Newsletter IHU

Fique atualizado das Notícias do Dia, inscreva-se na newsletter do IHU


Revista ihu on-line

Zooliteratura. A virada animal e vegetal contra o antropocentrismo

Edição: 552

Leia mais

Modernismos. A fratura entre a modernidade artística e social no Brasil

Edição: 551

Leia mais

Metaverso. A experiência humana sob outros horizontes

Edição: 550

Leia mais

Por: André | 14 Dezembro 2012

Após a cirurgia do presidente Hugo Chávez, foi celebrada uma missa nesta quarta-feira em Caracas pela sua saúde e foram estendidas faixas com mensagens de apoio. O presidente do Uruguai, chanceleres e deputados, por sua vez, desejaram uma pronta recuperação ao chefe de Estado venezuelano.

A reportagem é publicada pelo jornal Página/12, 13-12-2012. A tradução é do Cepat.

De acordo com informações da cadeia Telesur, os venezuelanos rezaram, nesta quarta-feira, em Caracas pela saúde de Hugo Chávez. Pela manhã, no Comando da Guarda de Honra Presidencial aconteceu uma missa. “O povo da Venezuela e os membros da família da Guarda de Honra e do Gabinete da Presidência cantamos as maravilhas do Senhor porque sentimos sua presença no meio de nós. A fé em Cristo Jesus é a que nos dá a vida”, expressou o sacerdote. De acordo com a Telesur, a missa foi transmitida pela estatal Venezuelana de Televisão (VTV) e participaram membros do gabinete ministerial, trabalhadores do Palácio Miraflores – sede do governo – e funcionários da Força Armada Nacional Boliviariana (FANB).

Na Praça da Candelária, no centro de Caracas, por iniciativa dos trabalhadores do jornal Correo de Orinoco, foram abertas faixas com mensagens de solidariedade.

As palavras de apoio chegaram também do exterior. Mujica manifestou-se em uma carta pessoal enviada a Chávez através da embaixada venezuelana em Montevidéu e que foi divulgada nesta quarta-feira. “Querido companheiro: Custa-me escrever estas linhas. Prefiro telefonar-te, como tantas vezes fiz, para falar das nossas preocupações e esperanças para com este continente tão rico e tão necessitado”, disse no começo do texto. O presidente uruguaio mostrou-se preocupado com a saúde de seu par venezuelano e manifestou seu apoio. “Aqui estou, dizendo-te que todos nós te desejamos uma pronta recuperação, que voltes o quanto antes com sua força, seu humor e seu companheirismo”, acrescentou.

Mujica confessou não ser crente, mas indicou que pediu a alguns amigos que organizem uma missa para que aqueles que quiserem manifestar-se religiosamente pela saúde de Chávez tenham uma oportunidade para isso no Uruguai. “Eu os acompanharei”, afirmou. Na carta enviada a Havana, onde Chávez foi submetido a uma nova cirurgia para tratamento de câncer, o presidente uruguaio precisou que continuará mandando seus melhores desejos. “De qualquer forma, além dos credos, seguiremos mandando a essa ilha solidária e amiga alentos fraternais com nossos melhores desejos”, finalizou.

Na Bolívia, a Câmara dos Deputados aprovou uma resolução que declara sua solidariedade fraterna ao povo venezuelano e faz votos pela saúde e pronta recuperação de seu presidente, informou na quarta-feira essa instituição. Na resolução, aprovada na terça-feira, assinalou-se que Chávez, junto com outros presidentes, converteu-se em símbolo de luta dos povos para a América Latina e o mundo. Esta Resolução de Homenagem da Câmara, apresentada pela bancada governista do Movimento ao Socialismo (MAS), expressou, além disso, mostras de fé, otimismo e fortaleza para que o presidente venezuelano vença este momento de saúde.

Também as autoridades panamenhas desejaram ao presidente um “feliz retorno” ao seu país, a fim de que continue “com seu ambicioso programa de governo”.

O ministro equatoriano de Relações Exteriores, Comércio e Integração, Ricardo Patiño, por sua vez, desejou, na quarta-feira, uma pronta recuperação ao presidente da Venezuela. “Uma pronta e exitosa recuperação, amigo”, escreveu em sua conta do Twitter. E em Cuba, mantinham-se na expectativa e inclusive otimistas em relação à recuperação de Chávez e muitos decidiram retribuir-lhe com orações e boa energia seu apoio à ilha. A saúde do presidente converteu-se em uma notícia com destaque na imprensa cubana, mas as autoridades do país não fizeram nenhum pronunciamento público sobre seu estado. Como aconteceu desde que o câncer foi detectado há um ano e meio em Cuba, as novidades sobre Chávez procedem em sua maioria da Venezuela e na ilha nunca se emitiu relatórios médicos sobre seu estado de saúde. “Sou otimista de que vai se recuperar logo. Ele é um dos presidentes que apoiam e ajudam o nosso país e nós também somos incondicionais a ele”, disse Keyla, estudante de psicologia de 28 anos. Miguel Antonio Cordovés, estudante de 18 anos, ressaltou que todas as notícias estão sendo acompanhadas em Cuba, onde a televisão estatal chegou a interromper sua programação para emitir ao vivo as intervenções sobre a saúde do presidente transmitidas de Caracas.

Comunicar erro

close

FECHAR

Comunicar erro.

Comunique à redação erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta página:

Todo o afeto de Pepe Mujica a Chávez - Instituto Humanitas Unisinos - IHU