Documento do CMI destaca papel da Igreja na criação

Revista ihu on-line

Metaverso. A experiência humana sob outros horizontes

Edição: 550

Leia mais

Caetano Veloso. Arte, política e poética da diversidade

Edição: 549

Leia mais

Mulheres na pandemia. A complexa teia de desigualdades e o desafio de sobreviver ao caos

Edição: 548

Leia mais

Mais Lidos

  • A geração Z é a geração ‘do Fim do Mundo’. Entrevista com Carlos Tutivén Román

    LER MAIS
  • Celibato dos padres no centro do Sínodo. O caso dos abusos impulsiona as reformas

    LER MAIS
  • “A Renda Básica não é em si uma proposta antitrabalho”. Entrevista com Alberto Tena

    LER MAIS

Newsletter IHU

Fique atualizado das Notícias do Dia, inscreva-se na newsletter do IHU


05 Setembro 2012

A Igreja é a "ante-sala da nova criação" e é chamada para anunciar a boa nova do Reino de Deus, de justiça, paz e amor, expressa o esboço do documento que o Comitê Central do Conselho Mundial de Igrejas levará como proposta para a sua X Assembleia Geral, agendada para o próximo ano, em Busan, na Coréia do Sul.

A informação é publicada pela Agência Latino-Americana e Caribenha de Comunicação (ALC), 04-09-2012.

A declaração começa com uma reflexão sobre experiência da tensão entre esperança e desespero no mundo, insta à afirmação do dom da unidade de Deus e que deem uma resposta renovada ao apelo de tornar a unidade mais visível na Igreja e em toda a criação.

O secretário geral do CMI, pastor Olav Fykse Tveit, disse que a declaração sobre a unidade contribui de maneira significativa ao tema da X Assembléia, que se reunirá sob o tema “Deus de vida, conduz-nos à justiça e a paz”.

“Somos chamados a colocá-lo em prática na vida das pessoas no contexto em que vivemos, na criação", agregou.

A moderadora do grupo de redação do documento, Mary Tanner, disse que chegaram a compreender uma verdadeira visão holística da unidade. O grupo detectou "a necessidade de seguir com um programa integral, um programa no qual as diferentes partes sempre se desafiem, se iluminem e contribuam para a grande visão bíblica da unidade”.

Isso foi o que"aprendemos dos caminhos percorridos no movimento ecumênico”, e que deve ser relembrado de novo para essa geração, afirmou Tanner.

O Comitê Central é o principal órgão reitor do CMI entre as assembléias e representa as 349 igrejas membros. Encontra-se a cada 18 meses e atualmente está reunido na Academia Ortodoxa de Creta,  em Kolympari, Grécia.

Comunicar erro

close

FECHAR

Comunicar erro.

Comunique à redação erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta página:

Documento do CMI destaca papel da Igreja na criação - Instituto Humanitas Unisinos - IHU

##CHILD
picture
ASAV
Fechar

Deixe seu Comentário

profile picture
ASAV