Paulo VI daria 10 milhões de dólares para as Brigadas Vermelhas para libertar Aldo Moro

Mais Lidos

  • Como o Papa Francisco está tentando “feminilizar” a Igreja

    LER MAIS
  • “Os maus-tratos aos animais é uma expressão do mal e da nossa incapacidade de aceitar os outros”. Entrevista com Corine Pelluchon

    LER MAIS
  • Israel-Palestina. Um soldado se sacrifica e um primeiro-ministro renuncia: o genocídio em Gaza provoca ações desesperadas

    LER MAIS

Newsletter IHU

Fique atualizado das Notícias do Dia, inscreva-se na newsletter do IHU


Revista ihu on-line

Zooliteratura. A virada animal e vegetal contra o antropocentrismo

Edição: 552

Leia mais

Modernismos. A fratura entre a modernidade artística e social no Brasil

Edição: 551

Leia mais

Metaverso. A experiência humana sob outros horizontes

Edição: 550

Leia mais

17 Julho 2012

Teria sido de 10 milhões de dólares a quantia disponibilizada por Paulo VI para induzir as Brigadas Vermelhas a libertar Aldo Moro (foto). A afirmação, em uma entrevista ao jornal Il Foglio, é do padre Fabio Fabbri, em 1978 estreito colaborador do Pe. Curioni, o chefe dos capelães que, como se sabe, ajudou o Papa Montini a encontrar um canal de negociação com os brigadistas.

A reportagem é do sítio Vatican Insider, 14-07-2012. A tradução é de Moisés Sbardelotto.

A soma teria sido mostrada ao Pe. Fabbri pelo Papa Montini pessoalmente, no dia 6 de maio, isto é, três dias antes que o expoente democrata-cristão fosse assassinado.

Comunicar erro

close

FECHAR

Comunicar erro.

Comunique à redação erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta página:

Paulo VI daria 10 milhões de dólares para as Brigadas Vermelhas para libertar Aldo Moro - Instituto Humanitas Unisinos - IHU