Deputado lança "jesus.com", rede social para evangélicos

Revista ihu on-line

Zooliteratura. A virada animal e vegetal contra o antropocentrismo

Edição: 552

Leia mais

Modernismos. A fratura entre a modernidade artística e social no Brasil

Edição: 551

Leia mais

Metaverso. A experiência humana sob outros horizontes

Edição: 550

Leia mais

Mais Lidos

  • A síndrome do pensamento acelerado

    LER MAIS
  • Papa Francisco não é contra ‘novos movimentos eclesiais’, ele apenas favorece alguns em detrimento de outros

    LER MAIS
  • “Diáconas para uma Igreja sinodal.” Síntese para o Sínodo sobre a Sinodalidade

    LER MAIS

Newsletter IHU

Fique atualizado das Notícias do Dia, inscreva-se na newsletter do IHU


Por: Cesar Sanson | 13 Julho 2012

Que tal trocar o Facebook pelo Jesusbook? E ver seus vídeos no Jesustube sem o risco de tropeçar em "pecado"? Animado com o salto dos evangélicos revelado no último Censo, o deputado Eduardo Cunha (PMDB-RJ) quer organizar o rebanho na web. Ele está à frente do www.feemjesus.com.br, um projeto de comunicação que pega carona nas redes sociais. Só que o conteúdo é exclusivo aos evangélicos.

A reportagem é de Natuza Nery e publicada pelo jornal Folha de S.Paulo, 13-07-2012.

"Seremos a maior audiência evangélica do país", aposta o parlamentar. Sua meta é distribuir, até dezembro, 3 milhões de e-mails gratuitos sob endereço "jesus.com". As principais lideranças evangélicas foram chamadas a integrar uma espécie de conselho editorial para pautar a agenda comum das denominações evangélicas. "Quero criar um mundo evangélico na internet", disse o parlamentar à Folha.

Cunha afirma que, inicialmente, dois patrocinadores pagam a conta de uma despesa anual estimada em R$ 2 milhões. E aposta na publicidade para ter receita. As igrejas poderão arrecadar dízimo pelo portal, vender bíblias e lançar CDs. O pastor transmitirá seu culto ao vivo e, se for estrangeiro, haverá tradução simultânea.

Dado demográfico divulgado pelo IBGE mostra o poder desse público-alvo: de 2000 a 2010, a população evangélica arrebanhou 16,1 milhões de fiéis, somando 42,3 milhões de brasileiros. O portal será lançado amanhã, na Marcha para Jesus.

A primeira notícia experimental produzida pelo portal é sobre o que chama de "novo kit gay" encontrado em escolas de São Paulo. "Os livros, como atestou a reportagem do Fé em Jesus, mostram só figuras, textos e ideias que não respondem aos anseios da natureza humana." O material cita o MEC como distribuidor.

Comunicar erro

close

FECHAR

Comunicar erro.

Comunique à redação erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta página:

Deputado lança "jesus.com", rede social para evangélicos - Instituto Humanitas Unisinos - IHU

##CHILD
picture
ASAV
Fechar

Deixe seu Comentário

profile picture
ASAV