Bispos hispânicos denunciam que imigrantes "são tratados como criminosos"

Revista ihu on-line

Modernismos. A fratura entre a modernidade artística e social no Brasil

Edição: 551

Leia mais

Metaverso. A experiência humana sob outros horizontes

Edição: 550

Leia mais

Caetano Veloso. Arte, política e poética da diversidade

Edição: 549

Leia mais

Mais Lidos

  • Encantar a política: Uma proposta de cristãs e cristãos católicos para o povo brasileiro. Artigo de Toninho Kalunga

    LER MAIS
  • Ucrânia, Terceira Guerra Mundial e o guia do Papa Francisco para a Igreja. Artigo de Tomáš Halík

    LER MAIS
  • Cristo e a paz. Artigo de Dietrich Bonhoeffer

    LER MAIS

Newsletter IHU

Fique atualizado das Notícias do Dia, inscreva-se na newsletter do IHU


Por: André | 14 Dezembro 2011

Um grupo de 33 bispos católicos norte-americanos de origem hispânica exortou, nesta segunda-feira, os imigrantes sem a devida documentação para conservarem a fé e não se desesperarem com a ausência de uma reforma migratória e com o impacto que as deportações deixaram em muitas famílias.

A reportagem é da agência Efe, 12-12-2011. A tradução é do Cepat.

Ao celebrar o dia da Virgem de Guadalupe, Padroeira das Américas, os bispos assinalaram que muitos imigrantes sem a devida documentação "fazem os trabalhos mais difíceis, com salários miseráveis e sem seguro de saúde ou prestações salariais ou sociais", mas que "em vez de oferecer-lhes gratidão, são tratados como criminosos porque violaram a atual lei de imigração".

Os religiosos disseram estar conscientes "da dor das famílias que sofreram a deportação de algum de seus membros e da frustração dos jovens que cresceram neste país e cujos sonhos são truncados por sua condição migratória", em referência a um projeto de lei para regularizar a condição migratória daqueles que ingressaram ilegalmente no país antes dos 15 anos, mas que não obteve os votos necessários no Senado.

"Todas as situações clamam a Deus por uma solução digna e humana", indicaram os bispos na carta distribuída pela Conferência dos Bispos dos Estados Unidos. É a primeira carta dirigida diretamente a imigrantes, disseram os bispos.

Os bispos se mostraram comprometidos a continuar trabalhando para obter uma lei migratória que "respeite a unidade da família e inclua passos ordenados e razoáveis para que pessoas sem documentos possam obter a cidadania", os pilares de uma reforma migratória, segundo expressou a Conferência em repetidas ocasiões.

Também lamentaram o fato de que muitos católicos não apóiam os esforços realizados pela Igreja nesta área. "Dói e nos entristece o fato de que muitos de nossos irmãos e irmãs católicos não apoiaram o nosso pedido para obter mudanças nas leis de imigração, que protegeriam seus direitos básicos", assinalaram os bispos.

Barack Obama prometeu durante a sua campanha eleitoral uma reforma legislativa para solucionar a situação de 11 milhões de imigrantes que vivem nos Estados Unidos sem a devida documentação, mas o Congresso não aprovou medida alguma quando os democratas controlaram ambas as câmaras durante o período legislativo que terminou em dezembro.

As possibilidades de que o Congresso trabalhe uma reforma migratória em 2012 são remotas não apenas porque a atividade política estará concentrada principalmente nos esforços do presidente Obama para se reeleger em novembro, mas porque a maioria republicana na câmara baixa insiste na necessidade de reforçar a segurança das fronteiras e apresentou um projeto de lei migratória de corte punitivo.

Os protestos da comunidade hispânica sobre um número sem precedentes de deportações levaram o governo a anunciar, em agosto, uma política para concentrar as deportações em imigrantes com antecedentes criminais.

Entre os que assinam a carta se encontram os arcebispos de Los Angeles, José H. Gómez, e de San Antonio, Gustavo García-Siller.

A Arquidiocese de Los Angeles, a maior dos Estados Unidos, por sua vez, anunciou que em agosto realizará uma celebração em honra à Virgem de Guadalupe.

Comunicar erro

close

FECHAR

Comunicar erro.

Comunique à redação erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta página:

Bispos hispânicos denunciam que imigrantes "são tratados como criminosos" - Instituto Humanitas Unisinos - IHU

##CHILD
picture
ASAV
Fechar

Deixe seu Comentário

profile picture
ASAV