Igreja, cultura e sociedade: A semântica do Mistério da Igreja no contexto das novas gramáticas da civilização tecnocientífica

Revista ihu on-line

Metaverso. A experiência humana sob outros horizontes

Edição: 550

Leia mais

Caetano Veloso. Arte, política e poética da diversidade

Edição: 549

Leia mais

Mulheres na pandemia. A complexa teia de desigualdades e o desafio de sobreviver ao caos

Edição: 548

Leia mais

Mais Lidos

Newsletter IHU

Fique atualizado das Notícias do Dia, inscreva-se na newsletter do IHU


12 Outubro 2011

O ano de 2012 será um momento marcante para a vida e a história da Igreja. Há 50 anos, no dia 11 de outubro de 1962, era inaugurado o Concílio Vaticano II pelo Papa João XXIII, com a presença de 2.540 padres conciliares. Esse encontro, que encerraria em 1965, marcaria toda a história da comunidade cristã posterior.

Passados 50 anos, o contexto eclesial, cultural e social já não é mais o mesmo. Por isso, para debater os desafios e as perspectivas de diálogo entre a Igreja e o ambiente contemporâneo, o Instituto Humanitas Unisinos - IHU irá promover, entre os dias 2 e 5 de outubro de 2012, o XIII Simpósio Internacional IHU – Igreja, cultura e sociedade: A semântica do Mistério da Igreja no contexto das novas gramáticas da civilização tecnocientífica.

A proposta é debater em perspectiva transdisciplinar a semântica do Mistério da Igreja no contexto das novas gramáticas da tecnociência, desenhando possibilidades e perspectivas de interlocução com a nova cultura.

A ideia do simpósio nasce da percepção dos desafios e possibilidades da interlocução fecunda da Igreja com a cultura e a sociedade, caracterizadas por profundas transformações decorrentes da grande revolução que se processa no campo da ciência e da técnica. Isso se revela em toda sua profundidade perante as implicações socioculturais do processo de planetarização da digitalização do conhecimento e da consequente crise dos fundamentos da ética e do nosso próprio ser-em-comum.

Igreja, cultura e sociedade em interlocução

Essa revolução profunda e silenciosa vem transformando, num nível de radicalidade até hoje aparentemente desconhecido na história humana, as intenções, atitudes e padrões de conduta que tornaram possível historicamente o surgimento da cultura humana e, portanto, das razões que asseguram a viabilidade das sociedades humanas e do próprio predicado da socialidade.

A sociedade atual, entendida por alguns pensadores como sociedade pós-metafísica, vem transformando profunda e radicalmente não só a ideia de Deus na cultura contemporânea, mas também as condições e possibilidades do discurso e narrativa teológica no contexto hodierno. Essa realidade coloca em questão as possibilidades e também o significado e a relevância do discurso teológico na sociedade em que vivemos na forma como tem se desenvolvido até o presente momento.

Essa reconfiguração dos horizontes de sentido da vida humana na contemporaneidade coloca em questão a capacidade/possibilidade da Igreja ser escutada na sua interlocução com a cultura contemporânea, assim como da atualidade e da pertinência dos discursos, linguagens, signos e símbolos teológico-religiosos e seus significados diante do contexto cultural que marca a sociedade atual.

Semântica e experiência

Destaca-se, nesse sentido, o desafio de analisar criticamente a semântica que ajudaria hoje a instituição eclesial a dialogar com as mulheres e os homens da sociedade contemporânea, no ambiente cultural por ela formado, de forma a possibilitar que a fé cristã possa tornar-se experiência viva em meio às condições e possibilidades do existir humano hodierno e, assim, se constituir como referência de sentido para a vida em sociedade.

Por isso, o XIII Simpósio Internacional IHU também buscará analisar transdisciplinarmente os discursos, as linguagens, os signos e  os símbolos teológico-religiosos e seus significados para a cultura e a sociedade atual. Também estarão em reflexão as várias formas de interlocução da Igreja com a cultura contemporânea. O encontro propõe-se ainda a discernir, dentre o atual pluralismo semântico, vias possíveis para a escritura do Mistério da Igreja que propiciem o diálogo inter-religioso e intercultural que são expressos pelos novos sujeitos socioculturais.

Este será o 13º simpósio organizado pelo IHU, eventos que ocorrem desde 2001. Confira aqui as demais temáticas abordadas e as edições especiais publicadas pela Revista IHU On-Line:

2001 – O ensino social da Igreja e a globalização: Limites e possibilidades
2002 – Bem comum e solidariedade: Por uma ética na economia e na política do Brasil
2003 – Água: Bem público universal
2004 – O lugar da teologia na universidade do século XXI
2005 – Terra habitável: Um desafio para a humanidade
2006 – Globalização e os jesuítas: Origens, história e impactos
2007 – O futuro da autonomia. Uma sociedade de indivíduos?
2008 – Uma sociedade pós-humana? Possibilidades e limites das nanotecnologias
2009 – Ecos de Darwin
2009 – Narrar Deus numa sociedade pós-metafísica. Possibilidades e impossibilidades
2010 – O (des)governo biopolítico da vida humana
2010 – Experiência missioneira: território, cultura e identidade

O XIII Simpósio Internacional IHU – Igreja, cultura e sociedade: A semântica do Mistério da Igreja no contexto das novas gramáticas da civilização tecnocientífica irá ocorrer entre os dias 2 a 5 de outubro de 2012, no Auditório Central da Unisinos.

Diversos conferencistas internacionais e nacionais já estão sendo convidados.  Acompanhe as Notícias do Dia para conferir mais novidades a respeito do XIII Simpósio Internacional IHU. Para mais informações, escreva para Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo..

 

Comunicar erro

close

FECHAR

Comunicar erro.

Comunique à redação erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta página:

Igreja, cultura e sociedade: A semântica do Mistério da Igreja no contexto das novas gramáticas da civilização tecnocientífica - Instituto Humanitas Unisinos - IHU

##CHILD
picture
ASAV
Fechar

Deixe seu Comentário

profile picture
ASAV