Agência chama de calote plano da União Europeia para salvar Grécia

Mais Lidos

  • Papa Francisco: conservadores assustados com a possível escolha de um jovem bispo progressista para o ex-Santo Ofício

    LER MAIS
  • “Foi ele (Bolsonaro) que matou”, denuncia Davi Kopenawa

    LER MAIS
  • O Papa pede "cuidar das homilias, porque são um desastre" e que não ultrapassem dez minutos

    LER MAIS

Newsletter IHU

Fique atualizado das Notícias do Dia, inscreva-se na newsletter do IHU


Revista ihu on-line

Zooliteratura. A virada animal e vegetal contra o antropocentrismo

Edição: 552

Leia mais

Modernismos. A fratura entre a modernidade artística e social no Brasil

Edição: 551

Leia mais

Metaverso. A experiência humana sob outros horizontes

Edição: 550

Leia mais

22 Julho 2011

Como prometido pelas agências de risco, o plano de resgate à Grécia de € 159 bilhões com participação dos investidores foi classificado como calote, ainda que "restrito", pela Fitch Ratings.

Mas segundo o chefe de riscos soberanos da Fitch, David Riley, o rebaixamento pode durar apenas alguns dias.

A notícia é de Juliana Rocha e publicada pelo jornal Folha de S. Paulo, 23-07-2011.

A agência declarou que, no momento da troca de títulos que representará perda aos investidores, a nota de risco da Grécia será rebaixada para "moratória restrita", o que significa que o país deu calote em uma parte dos seus títulos públicos.

Quando os novos títulos forem emitidos, encerrando a troca, a agência voltará a elevar a nota de risco grega.
"[O período do calote] depende amplamente de quão rápido essa transação será processada. Nossa expectativa é que eles farão isso de uma forma a minimizar o tempo em que a nota estará em default", explicou Riley.

Ele acrescentou que a elevação da nota da Grécia deve ser para "CCC", onde está atualmente, ou para "B+".

Até o fechamento do acordo, a situação grega vinha sendo comparada com a da Argentina, que declarou moratória em 2001. Mas a resposta da Fitch mostra que a primeira reação à Grécia foi positiva, uma vez que a Argentina só saiu do "default" há um ano, depois de oito anos e meio de moratória.

A Fitch foi a primeira das três grandes agências de classificação de risco a divulgar um alerta sobre o calote grego. Moody´s e S&P (Standard & Poor´s) não se pronunciaram ontem.

O argumento da Fitch para o rebaixamento temporário para calote é que os investidores perderão 20% do valor
de seus investimentos.

Comunicar erro

close

FECHAR

Comunicar erro.

Comunique à redação erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta página:

Agência chama de calote plano da União Europeia para salvar Grécia - Instituto Humanitas Unisinos - IHU