Senado do Estado de Nova York aprova casamento homossexual

Revista ihu on-line

Modernismos. A fratura entre a modernidade artística e social no Brasil

Edição: 551

Leia mais

Metaverso. A experiência humana sob outros horizontes

Edição: 550

Leia mais

Caetano Veloso. Arte, política e poética da diversidade

Edição: 549

Leia mais

Mais Lidos

  • A “revolução litúrgica” de Francisco põe fim às missas tradicionalistas e restaura a reforma conciliar “em toda a Igreja do Rito Romano”

    LER MAIS
  • O crepúsculo do Papa Francisco

    LER MAIS
  • Nicarágua. As Irmãs de Madre Teresa de Calcutá acusadas pelo governo Ortega de “não respeitar as leis contra o terrorismo e a proliferação de armas de destruição em massa” (sic)

    LER MAIS

Newsletter IHU

Fique atualizado das Notícias do Dia, inscreva-se na newsletter do IHU


24 Junho 2011

O Senado de Nova York aprovou na noite de ontem o casamento de pessoas do mesmo sexo. Com isso, Nova York passa a ser o maior Estado americano a oficializar a união de gays e lésbicas.

A notícia é do jornal Folha de S. Paulo, 25-06-2011.

A votação era a principal barreira para que o projeto se tornasse lei, já que tem o aval do governo estadual e tinha sido aprovado pelos deputados na semana passada.

Agora, ele só depende da assinatura do governador, o democrata Andrew Cuomo, para começar a contagem de 30 dias até a lei vigorar.

A aprovação acontece em um Estado em que teve origem o movimento de luta pelos direitos dos homossexuais.

A expectativa dos seus defensores é que a vitória se espalhe pelo resto do país.

Atualmente, só cinco Estados americanos permitem a união (Connecticut, Iowa, Massachusetts, New Hampshire e Vermont), além do Distrito de Columbia.

A votação reuniu manifestantes dos dois lados nas galerias do Senado de Nova York, na capital Albany, e foi considerada surpreendente.

É a primeira vez que uma Casa que tem maioria republicana aprova o casamento gay. Há dois anos, o Senado nova-iorquino, na época controlado pelos democratas, rejeitou projeto semelhante.

Desta vez, Cuomo disse que o projeto só seria votado quando tivesse certeza que conseguiria o apoio de ao menos 32 senadores: o mínimo para aprová-lo.

O impasse fez com que os senadores, que deveriam ter entrado em recesso na sexta-feira retrasada, continuassem trabalhando para chegar a um acordo. O projeto acabou sendo aprovado por 33 votos a favor e 29 contra.

De acordo com pesquisa recente, 53% dos americanos são a favor da legalização do casamento entre pessoas do mesmo sexo. Em Nova York, esse percentual é ligeiramente maior, próximo de 60%.

Comunicar erro

close

FECHAR

Comunicar erro.

Comunique à redação erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta página:

Senado do Estado de Nova York aprova casamento homossexual - Instituto Humanitas Unisinos - IHU

##CHILD
picture
ASAV
Fechar

Deixe seu Comentário

profile picture
ASAV