No 23º dia de greve de fome, bispo emérito de Sucumbíos recebe delegado do Papa

Revista ihu on-line

Modernismos. A fratura entre a modernidade artística e social no Brasil

Edição: 551

Leia mais

Metaverso. A experiência humana sob outros horizontes

Edição: 550

Leia mais

Caetano Veloso. Arte, política e poética da diversidade

Edição: 549

Leia mais

Mais Lidos

Newsletter IHU

Fique atualizado das Notícias do Dia, inscreva-se na newsletter do IHU


16 Junho 2011

Parque La Alameda, Quito. Hoje, dia 15 de junho, se completam 23 dias de jejum de dom Gonzalo López Marañón, bispo emérito de Sucumbíos.

A reportagem está publicada no sítio da Igreja San Miguel de Sucumbíos – Isamis, 15-06-2011. A tradução é do Cepat.

O procurador-geral da República, Washington Pesántez, visitou na primeira hora da manhã o Bispo Emérito de Sucumbíos. O procurador-geral entrou na barraca do bispo, se saudaram e conversaram a sós durante alguns minutos, enquanto seus guarda-costas observavam curiosos o movimento deste acampamento singular instalado em um parque do centro da cidade.

O procurador-geral, em declarações à Equipe Comunicação Jejum, confirmou que a tentativa de tomada por parte da administração dos Arautos do Evangelho da Rádio Sucumbíos, em 16 de maio passado, foi um ato ilegal. Pretender desalojar trabalhadores – disse – "não é nem cristão nem legal". Segundo Pesántez, não se pode gerir a situação com critérios da "época feudal".

Sobre a contratação de criminosos para atuarem durante as marchas da Renovação Carismática com a finalidade de contribuir para a desestabilização da situação em Nueva Loja, o fiscal afirmou que a Procuradoria está "nesta etapa de investigação analisando as hipóteses dos criminosos" e disse, "lamentavelmente, esta hipótese poderia ser a certa".

Ao acampamento chegou também um novo grupo de Sucumbíos, entre eles sacerdotes diocesanos e representantes da Pastoral Negra. Viajaram sete horas de ônibus desde Nueva Loja. Permanecerão o dia todo, darão seu testemunho na missa e voltarão a Sucumbíos na manhã seguinte; outras sete horas no ônibus.

Na tarde do 23º dia de jejum e dentro do horário previsto de visitas, isto é, às 15h, chegou ao acampamento o Delegado do Papa, dom Ángel Polibio Sánchez, nomeado para intermediar o conflito originado durante a administração dos Arautos do Vicariato Apostólico.

A visita de dom Sánchez, unida às amostras de apoio e solidariedade de alguns Bispos Eméritos do país em várias ocasiões, ao longo destes 23 dias, poderiam contribuir para interromper o jejum nos próximos dias.

Precisamente, cada vez são mais as pessoas que pedem à ala dura da Renovação Carismática não realizar mais marchas, reconhecer o delegado do Papa como mediador, e legitimar as novas nomeações que este fizer em vez de insistir no retorno dos Arautos.

Em Sucumbíos começam a se ver sinais de reconciliação, sobretudo nas comunidades, fora do centro do poder político e religioso. Na terça-feira, se celebrou uma missa em que seguidores da Renovação Carismática e seguidores da Igreja de San Miguel de Sucumbíos celebraram juntos. Algumas igrejas, que permaneceram fechadas nos últimos meses, voltaram a ser abertas para todas as pessoas.

Também o prefeito de Nueva Loja, Jofre Poma, reuniu a imprensa local em um almoço como sinal para diminuir a tensão.

A saúde de dom Gonzalo, de 77 anos de idade, está estável, embora já apresente sinais de cansaço.

Comunicar erro

close

FECHAR

Comunicar erro.

Comunique à redação erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta página:

No 23º dia de greve de fome, bispo emérito de Sucumbíos recebe delegado do Papa - Instituto Humanitas Unisinos - IHU

##CHILD
picture
ASAV
Fechar

Deixe seu Comentário

profile picture
ASAV