Firefox contra o governo dos EUA

Revista ihu on-line

Modernismos. A fratura entre a modernidade artística e social no Brasil

Edição: 551

Leia mais

Metaverso. A experiência humana sob outros horizontes

Edição: 550

Leia mais

Caetano Veloso. Arte, política e poética da diversidade

Edição: 549

Leia mais

Mais Lidos

  • Ucrânia, Terceira Guerra Mundial e o guia do Papa Francisco para a Igreja. Artigo de Tomáš Halík

    LER MAIS
  • Depois da cristandade. O catolicismo em um futuro mais secular

    LER MAIS
  • Das cinzas da hiperglobalização pode surgir uma globalização melhor. Artigo de Dani Rodrik

    LER MAIS

Newsletter IHU

Fique atualizado das Notícias do Dia, inscreva-se na newsletter do IHU


13 Mai 2011

O governo dos EUA há muito tempo introduziu dispositivos "antipirataria" em alguns sites. A Fundação Mozilla, para permanecer fiel ao princípio de que quem distribui software não é responsável pelo uso que dele é feito, já desenvolveu há muito tempo alguns programas (Mafiaa Fire) para contorná-los. Decisão que provocou muita raiva no Department of Homeland Security - DHS dos EUA, que pediu que a fundação os remova dos programas de navegação Firefox.

A nota é do jornal Il Manifesto, 07-05-2011. A tradução é de Moisés Sbardelotto.

O pedido caiu no vazio. Com um comunicado, os advogados da Fundação Mozilla pediram ao governo norte-americano uma cópia da injunção, anunciando que levarão o pedido ao tribunal. Há meses, a questão dos dispositivos "antipirataria" agitou a rede. Foram muitas as posições contrárias ao projeto. Muitos apontaram o dedo contra Barack Obama, que havia prometido uma mudança de rumo na política do importante segmento das empresas de alta tecnologia.

Comunicar erro

close

FECHAR

Comunicar erro.

Comunique à redação erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta página:

Firefox contra o governo dos EUA - Instituto Humanitas Unisinos - IHU

##CHILD
picture
ASAV
Fechar

Deixe seu Comentário

profile picture
ASAV