Vaticano: uma circular mundial contra a pedofilia

Revista ihu on-line

Modernismos. A fratura entre a modernidade artística e social no Brasil

Edição: 551

Leia mais

Metaverso. A experiência humana sob outros horizontes

Edição: 550

Leia mais

Caetano Veloso. Arte, política e poética da diversidade

Edição: 549

Leia mais

Mais Lidos

  • Arquidiocese italiana permite que católico transgênero seja crismado sob novo nome

    LER MAIS
  • A força transformadora da escuta hospitaleira e convivial

    LER MAIS
  • O novo humanismo do Papa Francisco: ser pessoas normais, concretas, simples, com o pé no chão

    LER MAIS

Newsletter IHU

Fique atualizado das Notícias do Dia, inscreva-se na newsletter do IHU


10 Mai 2011

É iminente. Em questão de dias, o Vaticano irá publicar uma carta circular dirigida a todos os bispos católicos do mundo. O documento irá instar os prelados a estabelecer normas restritas contra a pedofilia clerical e oferecerá uma série de recomendações baseadas nas dolorosas experiências de países como Estados Unidos, Irlanda e Alemanha.

A nota é de Andrés Beltramo, publicada em seu blog Sacro & Profano, 10-05-2011. A tradução é de Moisés Sbardelotto.

A Congregação para a Doutrina da Fé já está trabalhando nesse documento há vários anos. Em julho de 2010, quando foi apresentada a atualização das normas eclesiásticas contra os crimes graves dos sacerdotes (graviora delicta), o porta-voz papal, Frederico Lombardi, havia antecipado alguns detalhes da iniciativa.

"Estamos estudando como ajudar os episcopados do mundo a formular e a desenvolver de modo coerente e eficaz as indicações e diretivas necessárias para enfrentar a problemática dos abusos sexuais de menores por parte de membros do clero ou no âmbito de atividades e instituições vinculadas à Igreja", disse o padre jesuíta nessa ocasião.

Também se falou sobre o tema em novembro passado, durante um encontro de reflexão realizado no Vaticano com mais de 100 cardeais e o Papa Bento XVI, na véspera de um consistório no qual Ratzinger criou novos purpurados. Nessa reunião, o prefeito para a Doutrina da Fé, William Levada, informou sobre os avanços da carta.

Agora o documento está pronto, e os episcopados do mundo deverão se adequar às normativas especiais. Assim deveria ser no México, onde a Conferência dos Bispos ainda não discutiu o estabelecimento de regras particulares destinadas a prevenir e combater os abusos sexuais contra menores.

Em uma das últimas assembleias gerais do episcopado mexicano, foi distribuído a todos os prelados do país um resumo dos documentos emitidos pelo Vaticano sobre o assunto, para que cada um se regule segundo o estabelecido por Roma. É hora de dar mais um passo.

Comunicar erro

close

FECHAR

Comunicar erro.

Comunique à redação erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta página:

Vaticano: uma circular mundial contra a pedofilia - Instituto Humanitas Unisinos - IHU

##CHILD
picture
ASAV
Fechar

Deixe seu Comentário

profile picture
ASAV