Irlanda. Mais bispos do que padres serão ordenados este ano em meio à crise de vocações

Revista ihu on-line

Metaverso. A experiência humana sob outros horizontes

Edição: 550

Leia mais

Caetano Veloso. Arte, política e poética da diversidade

Edição: 549

Leia mais

Mulheres na pandemia. A complexa teia de desigualdades e o desafio de sobreviver ao caos

Edição: 548

Leia mais

Mais Lidos

  • A fantasia de Deus. Leonardo Boff e o Espírito Santo

    LER MAIS
  • As feridas cada vez mais abertas. As acusações da Unicef e da Oxfam

    LER MAIS
  • A crise energética, a escolha europeia, e a “reviravolta russa”. Artigo de José Luís Fiori

    LER MAIS

Newsletter IHU

Fique atualizado das Notícias do Dia, inscreva-se na newsletter do IHU


19 Agosto 2020

Mais bispos serão ordenados na Irlanda este ano do que padres, em meio a uma crise nas vocações. É o que diz um conhecido pároco irlandês.

A reportagem é de Sarah Mac Donald, publicada por Irish Independent, 18-08-2020. A tradução é de Isaque Gomes Correa.

No próximo domingo, Dom Michael Neary irá ordenar o Rev. Shane Costello para o sacerdócio na Arquidiocese de Tuam. A celebração ocorrerá no Santuário de Knock, no condado de Mayo. É sabido que essa será a única ordenação sacerdotal de 2020 entre as 26 dioceses do país.

“Essa situação não é sustentável. Não temos ninguém para vir depois de nós”, disse o Pe. Paddy Byrne, pároco das paróquias de Abbeyleix e Ballyroan, no condado de Laois. Byrne descreveu o número de ordenações este ano como “abismal”.

O padre, que, aos 46 anos, é o segundo padre mais jovem na Diocese de Kildare e Leighlin, contou ao jornal Irish Independent que a Igreja Católica passa por uma “crise real de vocações” e que isso ficou claro durante a pandemia de covid-19. “Em nossa diocese e em todas as demais no país, os padres continuam se dedicando de forma abnegada e muitos tiveram de assumir a administração das paróquias já na casa dos 80 anos”.

A falta de padres e o perfil idoso do clero acentuaram-se com o confinamento (lockdown) imposto pelas autoridades civis em decorrência do novo coronavírus, pois a maioria do clero, em muitas dioceses, já tem mais de 70 anos, com grande parte deles tendo que evitar os trabalhos públicos.

O Pe. Byrne destacou que concedeu esta entrevista como alguém “apaixonado pelo meu ministério e bastante preocupado com o futuro”.

Descrevendo o sacerdócio como “profundamente gratificante”, o pároco, que em breve irá comemorar os 20 anos de sua própria ordenação, disse que recentemente assumiu a responsabilidade de uma terceira paróquia. No passado, sete padres estariam na supervisão destas comunidades.

“Na região rural da Irlanda, vimos o fim dos bares, das agências dos correios e, em breve, veremos a perda dos padres”, falou.

“Em geral, o padre sempre foi um bom agente comunitário. Ele significava algo às pessoas. Enquanto sociedade, sabemos do custo dos milhares de funerais que não puderam ser celebrados da forma como era antes por causa da pandemia. Há uma necessidade real de padres na sociedade irlandesa”.

Admitindo que muitos padres “já se cansaram de tanto falar da crise nas vocações”, Byrne pediu por uma “reavaliação radical e um diálogo honesto sobre o que deu de errado com as vocações para o sacerdócio”.

Reconhecendo que os escândalos na Igreja e uma sociedade mais secularizada contribuíram para o problema atual, o religioso falou que os bispos precisam agora ser “honestos, corajosos o suficiente” para “nomear as novas realidades”, incluindo a ordenação de mulheres ao diaconato, caso contrário corre-se o risco de a Igreja não continuar com o seu trabalho no país.

“A Igreja tem a enorme oportunidade de se fazer presente na vida das pessoas e fazer isso de uma forma muito gratificante”, disse o padre.

“Mas é triste que cheguemos ao ponto em que a presença do clero não mais haverá, a menos que façamos algo, a menos que mudemos”.

Um porta-voz dos bispos irlandeses contou ao Irish Independent que a ordenação do novo bispo de Achonry, Paul Dempsey, acontecerá em 30 de agosto, enquanto o novo bispo de Kilmore, Martin Hayes, deverá ser ordenado no final de setembro.

Leia mais

Comunicar erro

close

FECHAR

Comunicar erro.

Comunique à redação erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta página:

Irlanda. Mais bispos do que padres serão ordenados este ano em meio à crise de vocações - Instituto Humanitas Unisinos - IHU

##CHILD
picture
ASAV
Fechar

Deixe seu Comentário

profile picture
ASAV