Esticadores de Horizontes: Direito à felicidade (IHU/Adital)

Revista ihu on-line

Modernismos. A fratura entre a modernidade artística e social no Brasil

Edição: 551

Leia mais

Metaverso. A experiência humana sob outros horizontes

Edição: 550

Leia mais

Caetano Veloso. Arte, política e poética da diversidade

Edição: 549

Leia mais

Mais Lidos

  • Movimento dos Focolares à prova

    LER MAIS
  • “Sendo 1% da população, os indígenas são a ponta de lança na resistência a Bolsonaro.” Entrevista com Raúl Zibechi

    LER MAIS
  • O desafio do pós-teísmo. Artigo de Paolo Gamberini

    LER MAIS

Newsletter IHU

Fique atualizado das Notícias do Dia, inscreva-se na newsletter do IHU


15 Julho 2016

Um inventário de dores precoces e violações de direitos. Um lugar onde fragilidades podem se tornar potencialidades. O projeto ViraVida, concebido pelo Conselho Nacional do SESI, abraça jovens em situações de vulnerabilidade diversas, apostando na qualificação profissional e geração de emprego e renda como mecanismos de superação de estorvos e possibilidade de autorrealização. Aos 18 anos, Mário Ítalo é um dos educandos que, a partir dali, conseguiu enfim fazer as pazes com os estudos e se inserir no mercado de trabalho, virando a página de uma história de vida ultrajada desde a primeira infância.

Texto: Ethel de Paula

Veja as matérias:

Comunicar erro

close

FECHAR

Comunicar erro.

Comunique à redação erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta página:

Esticadores de Horizontes: Direito à felicidade (IHU/Adital) - Instituto Humanitas Unisinos - IHU

##CHILD
picture
ASAV
Fechar

Deixe seu Comentário

profile picture
ASAV