"A decisão de Bento XVI merece grande respeito e é corajosa. Incrível!", exclama Hans Küng

Revista ihu on-line

Modernismos. A fratura entre a modernidade artística e social no Brasil

Edição: 551

Leia mais

Metaverso. A experiência humana sob outros horizontes

Edição: 550

Leia mais

Caetano Veloso. Arte, política e poética da diversidade

Edição: 549

Leia mais

Mais Lidos

  • O Papa, a sinodalidade e a eclesiogênese. Artigo de Leonardo Boff

    LER MAIS
  • Achille Mbembe e o escancaramento dos mundos de morte

    LER MAIS
  • Mike Davis, Los Angeles e os pecados do capitalismo

    LER MAIS

Newsletter IHU

Fique atualizado das Notícias do Dia, inscreva-se na newsletter do IHU


12 Fevereiro 2013

"A decisão de Bento XVI merece grande respeito, é legítima, compreensível e também corajosa. Nunca esperei que este Papa conseguisse me surpreender, algum dia, de maneira tão positiva". A afirmação é de Hans Küng, teólogo, em entrevista publicada pelo jornal italiano Il Messaggero, 12-02-2013.

Segundo Hans Küng, "Bento XVI tomou uma decisão quase revolucionária e secular. Como se fosse um simples Presidente da República ou um representante do mundo político. A renúncia ao seu cargo e a passagem para um novo pontífice. E isto para o bem da Igreja. Incrível! Nunca esperaria isto dele".

Comunicar erro

close

FECHAR

Comunicar erro.

Comunique à redação erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta página:

"A decisão de Bento XVI merece grande respeito e é corajosa. Incrível!", exclama Hans Küng - Instituto Humanitas Unisinos - IHU

##CHILD
picture
ASAV
Fechar

Deixe seu Comentário

profile picture
ASAV