Ação da Cidadania inicia campanha colaborativa de combate à fome de 33 milhões brasileiros

Revista ihu on-line

Zooliteratura. A virada animal e vegetal contra o antropocentrismo

Edição: 552

Leia mais

Modernismos. A fratura entre a modernidade artística e social no Brasil

Edição: 551

Leia mais

Metaverso. A experiência humana sob outros horizontes

Edição: 550

Leia mais

Mais Lidos

  • “Não é uma guerra entre a Rússia e a Ucrânia, é uma guerra pela reorganização da ordem mundial”. Entrevista com Maurizio Lazzarato

    LER MAIS
  • A implosão do catolicismo

    LER MAIS
  • Abusos sexuais de freiras, restrições ao jesuíta e artista Marko Rupnik

    LER MAIS

Newsletter IHU

Fique atualizado das Notícias do Dia, inscreva-se na newsletter do IHU


19 Julho 2022

 

"Futuras gerações vão nos perguntar como deixamos a fome chegar a este ponto", diz Daniel Souza, filho de Betinho.

 

A reportagem é publicada por Brasil de Fato, 18-07-2022.

 

Idealizada pela organização não governamental Ação da Cidadania, a campanha "Pacto pelos 15% com Fome" entrou no ar na última sexta-feira (15), com o objetivo de viabilizar doações diretamente para as instituições do pacto e cadastrar voluntários na luta contra a insegurança familiar. São mais de 15 instituições e 10 empresas envolvidas no movimento.

 

Segundo dados recentes divulgados pela Ação da Cidadania, o Brasil vive hoje o maior retrocesso da história, com 33,1 milhões de pessoas vivendo com fome, ou seja, 15% da população não tem o que comer.

 

Para conhecer e se tornar parceiro ou parceira das iniciativas promovidas pelas organizações, um dos canais é o site 15por15.org. Segundo a campanha, "todo mundo tem 15 de alguma coisa para doar, sejam 15 centavos, 15 reais, 15 segundos, minutos ou porcentagem de vendas. Para 15% dos brasileiros, esta é a única esperança".

 

Segundo o diretor-executivo da Ação da Cidadania, Rodrigo Kiko Afonso, a sociedade civil, junto com instituições, empresas, artistas e influenciadores, precisa firmar esse pacto na luta contra a fome.

 

"São 14 milhões de novas pessoas sem acesso à alimentação em pouco mais de um ano. Quem planta não tem o que comer, quem ganha um salário mínimo, também não. A fome é inaceitável. Casas chefiadas por mulheres, com crianças pequenas, famílias pretas e pardas, são as mais afetadas", explica ele.

 

A página 15por15.org disponibiliza três formas de ajudar no combate à fome. A primeira é a doação direta para as ONGs e organizações que integram o Pacto, através de um canal de captação dentro do próprio site, que direciona a quantia direto para elas.

 

Para quem optar pela divulgação da campanha nas redes sociais e em espaços de convivência, por exemplo, a plataforma permite o compartilhamento de materiais em formato digital, além de opções para downloads de folhetos e cartazes. Por último, o site possibilita o cadastro de interessados em atuar como voluntários, auxiliando a pessoa na busca pelo trabalho social junto às entidades.

 

Futuras gerações

 

A inspiração para o Pacto surgiu a partir da releitura da grande mobilização que Herbert de Souza, o Betinho, promoveu há quase 30 anos, quando também convocou o país inteiro a assumir um papel ativo na luta pelo direito à alimentação, movimento que deu origem à Ação da Cidadania - Contra a Fome, a Miséria e pela Vida.



"As futuras gerações vão nos perguntar como deixamos a fome chegar a este ponto, e a nossa resposta precisa começar agora, primeiro com a nossa consciência, e depois com o Pacto Pelos 15% com Fome”, afirmou Daniel Souza, filho de Betinho e presidente do Conselho da Ação da Cidadania.

 

Leia mais

 

Comunicar erro

close

FECHAR

Comunicar erro.

Comunique à redação erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta página:

Ação da Cidadania inicia campanha colaborativa de combate à fome de 33 milhões brasileiros - Instituto Humanitas Unisinos - IHU

##CHILD
picture
ASAV
Fechar

Deixe seu Comentário

profile picture
ASAV