Cardeal Marx defende o diaconato feminino

Revista ihu on-line

Zooliteratura. A virada animal e vegetal contra o antropocentrismo

Edição: 552

Leia mais

Modernismos. A fratura entre a modernidade artística e social no Brasil

Edição: 551

Leia mais

Metaverso. A experiência humana sob outros horizontes

Edição: 550

Leia mais

Mais Lidos

  • A importância do fator religioso nas atuais eleições presidenciais. Artigo de Leonardo Boff

    LER MAIS
  • E se um pesadelo acontecesse na Igreja? O papa em coma

    LER MAIS
  • Deus e o Diabo na eleição

    LER MAIS

Newsletter IHU

Fique atualizado das Notícias do Dia, inscreva-se na newsletter do IHU


04 Julho 2022


O cardeal de Munique Reinhard Marx se manifestou a favor da ordenação de diáconas. "Acho que chegou a hora de se abrir para homens e mulheres", disse o arcebispo de Munique e Freising em um culto religioso realizado no sábado, 2 de julho, no Liebfrauendom, em Munique.


As observações do cardeal foram feitas em um serviço para marcar o 150º aniversário de Ellen Ammann (1870-1932). A política sueco-alemã é considerada figura formadora do movimento de mulheres católicas e pioneira do trabalho social.


A informação é publicada por Religión Digital, 04-07-2022.


Em geral, o diaconado é um ofício “que deve tornar visível de maneira especial a conexão entre oração e compromisso com os pobres, e espero que possamos encontrar uma maneira de tornar este ofício ainda mais distinto”. Teológica e praticamente ainda há muito trabalho a ser feito, mas ele está convencido “de que esta renovação pode ser um grande presente para a Igreja”, disse Marx.


Pioneira do movimento de mulheres católicas


As observações do cardeal foram feitas em um serviço para marcar o 150º aniversário de Ellen Ammann (1870-1932). A política sueco-alemã é considerada uma figura formadora do movimento de mulheres católicas e uma pioneira do trabalho social . Devido à pandemia, sua comemoração de 150 anos foi retomada, com dois anos de atraso.


Já em 1917, Ellen Ammann entrou em contato com o então arcebispo Michael Faulhaber e pediu-lhe para ordenar um grupo de mulheres como diaconisas, explicou Marx. "Que a grande mulher Ellen Ammann esteja conosco nesta jornada." O cardeal acrescentou que unirá esforços para a beatificação de Ammann. De acordo com o comunicado, inúmeras instituições que têm suas raízes em Ellen Ammann estão fazendo campanha para que uma possível beatificação de seu fundador seja examinada.


Oração e vida


Marx sublinhou que Ammann sempre se perguntou como poderia resolver problemas concretos à luz do Evangelho. "Oração e vida, nunca houve separação para ela. Então Ellen Ammann também é uma figura importante que nos ajuda a reconhecer a imagem bíblica de Deus." Esta imagem de Deus é decisiva para o caminho a seguir e deve "tornar-se visível na vida real da Igreja em seu compromisso com os pobres, os doentes e os que sofrem". A espiritualidade não pode ser separada da missão de mudar o mundo, ressaltou.

 

Leia mais

 

Comunicar erro

close

FECHAR

Comunicar erro.

Comunique à redação erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta página:

Cardeal Marx defende o diaconato feminino - Instituto Humanitas Unisinos - IHU

##CHILD
picture
ASAV
Fechar

Deixe seu Comentário

profile picture
ASAV