Esticadores de horizontes: Força da Cufa para salvar juventude da dependência (IHU/Adital)

Revista ihu on-line

Zooliteratura. A virada animal e vegetal contra o antropocentrismo

Edição: 552

Leia mais

Modernismos. A fratura entre a modernidade artística e social no Brasil

Edição: 551

Leia mais

Metaverso. A experiência humana sob outros horizontes

Edição: 550

Leia mais

Mais Lidos

  • O Deus dos desgraçados. Artigo de Tarso Genro

    LER MAIS
  • Itália. Hospitais sem médicos: o governador da Calábria contrata 500 especialistas cubanos

    LER MAIS
  • A importância do fator religioso nas atuais eleições presidenciais. Artigo de Leonardo Boff

    LER MAIS

Newsletter IHU

Fique atualizado das Notícias do Dia, inscreva-se na newsletter do IHU


29 Agosto 2016

É de olho nas virtudes e nas astúcias que vêm da periferia que a Central Única das Favelas (CUFA) forma lideranças comunitárias e potencializa a diversidade cultural em bairros historicamente esquecidos de Fortaleza. Atraindo sobretudo a juventude para eventos, ações e projetos que casam cultura, esporte, lazer e cidadania, a CUFA também abraça jovens que sofrem as consequências da criminalidade e da dependência química. Aos 28 anos, Ismael Rodrigues, o D2, é um dos que se integraram ao movimento, deixando para trás vícios, dores e privações.

Texto: Ethel de Paula
Fotos: Marcelo Barbalho - Video: 202B

Veja as matérias:

Um “salve” para D2
O redesenho da própria vida
A potência da Cufa

Comunicar erro

close

FECHAR

Comunicar erro.

Comunique à redação erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta página:

Esticadores de horizontes: Força da Cufa para salvar juventude da dependência (IHU/Adital) - Instituto Humanitas Unisinos - IHU

##CHILD
picture
ASAV
Fechar

Deixe seu Comentário

profile picture
ASAV