Participação ativa da juventude é essencial para o sucesso da agenda de sustentabilidade da ONU

Mais Lidos

  • “O governo de Milei é um governo-isca”. Entrevista com Magdalena Chirom

    LER MAIS
  • O papa ainda está vivo, mas os abutres começam a circular. Artigo de Robert Mickens

    LER MAIS
  • O sacerdócio não é a solução. Artigo de Luigino Bruni

    LER MAIS

Newsletter IHU

Fique atualizado das Notícias do Dia, inscreva-se na newsletter do IHU


Revista ihu on-line

Zooliteratura. A virada animal e vegetal contra o antropocentrismo

Edição: 552

Leia mais

Modernismos. A fratura entre a modernidade artística e social no Brasil

Edição: 551

Leia mais

Metaverso. A experiência humana sob outros horizontes

Edição: 550

Leia mais

03 Junho 2015

A Assembleia Geral das Nações Unidas comemorou na última sexta-feira (29) o aniversário do Programa Mundial de Ação para a Juventude com o conhecimento de que a juventude vem sendo “desproporcionalmente” afetada por tantos desafios globais, mas “está pronta e disposta para estar ativamente envolvida em moldar seu futuro”.

O texto foi publicado pelo Portal das Nações Unidas, 01-06-2015.

Em seu discurso para a ocasião, o secretário-geral da ONU, Ban Ki-moon, observou que a comemoração acontece em “um momento crítico” com “2015 representando uma oportunidade para transformação”.

O chefe da Organização também declarou que “com a ONU abordando a adoção de um novo conjunto de metas de desenvolvimento sustentável, a comunidade global tem uma oportunidade inigualável para mudar o curso da história”, pedindo aos governos para aumentar seus esforços em implementar o Programa Mundial de Ação para a Juventude sob a nova agenda de desenvolvimento pós 2015.

Atuando como presidente da Assembleia Geral, o português Álvaro José Costa Mendonça e Moura lembrou que a crise financeira mundial afetou principalmente aos jovens, “com índices de desemprego três vezes mais altos que os adultos”, mas salientou que nem tudo é negativo. Hoje os governos estão mais cientes da necessidade de quadros legais e políticos para a juventudes, contabilizando 127 países a contar com políticas de juventude nacional em 2014.

Comunicar erro

close

FECHAR

Comunicar erro.

Comunique à redação erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta página:

Participação ativa da juventude é essencial para o sucesso da agenda de sustentabilidade da ONU - Instituto Humanitas Unisinos - IHU