Após escândalo, arquidiocese nos EUA pede concordata

Mais Lidos

  • As responsabilidades das Forças Armadas no golpe. Artigo de Jean Marc von der Weid

    LER MAIS
  • “Gostaria de mais casos de anulação de casamento. Ajuda a curar o sofrimento da separação”, afirma cardeal Zuppi

    LER MAIS
  • Terra Yanomami tem 363 mortes registradas no 1º ano do governo Lula

    LER MAIS

Newsletter IHU

Fique atualizado das Notícias do Dia, inscreva-se na newsletter do IHU


Revista ihu on-line

Zooliteratura. A virada animal e vegetal contra o antropocentrismo

Edição: 552

Leia mais

Modernismos. A fratura entre a modernidade artística e social no Brasil

Edição: 551

Leia mais

Metaverso. A experiência humana sob outros horizontes

Edição: 550

Leia mais

04 Janeiro 2011

A Arquidiocese de Milwaukee (Estado de Wisconsin, EUA) entrou com pedido de concordata hoje e tornou-se a mais recente representação da Igreja Católica Romana a tomar a decisão para enfrentar pedidos de indenizações de vítimas que afirmam terem sofrido abusos sexuais de clérigos.

A notícia é do jornal O Estado de S. Paulo, 05-01-2011.

Ao seguir as dioceses de Wilmington (Delaware) e Portland (Oregon), o arcebispo Jerome E. Listecki autorizou os advogados a entrarem com pedido de concordata "por causa de padres que abusaram de menores", de acordo com um comunicado postado no website da arquidiocese.

"Pedidos de indenizações que existem contra a arquidiocese, somados aos fracassos em chegar a um acordo com as vítimas envolvidas nas ações e a uma decisão judicial de novembro, que isenta as seguradoras de contribuírem a um acordo, deixaram claro que a reorganização é a melhor maneira de cumprir as obrigações de uma maneira justa e satisfatória", disse a arquidiocese.

Ao pedir concordata, a arquidiocese afirma que conseguirá cumprir com duas metas: pagar as indenizações às vítimas e continuar a existir. Pedir concordata é algo que imediatamente interrompe todo o litígio e os esforços dos credores. A arquidiocese afirma que conseguiu fazer acordos com quase 200 indivíduos, num esforço que custou mais de US$ 29 milhões nas últimas duas décadas. Em 30 de junho de 2010, a arquidiocese tinha um patrimônio de US$ 98,4 milhões.

Comunicar erro

close

FECHAR

Comunicar erro.

Comunique à redação erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta página:

Após escândalo, arquidiocese nos EUA pede concordata - Instituto Humanitas Unisinos - IHU