Mulheres trans lideram disputa para vereadora em Aracaju e Belo Horizonte

Mais Lidos

  • Congo está sendo “martirizado” devido a seus recursos naturais. Vaticano desafiará EUA e China?

    LER MAIS
  • Eucaristia e Casa Comum: entre a Vida e o ouro. Artigo de Pe. Dário Boss

    LER MAIS
  • Três coisas a saber sobre a visita do Papa Francisco ao Sudão do Sul

    LER MAIS

Newsletter IHU

Fique atualizado das Notícias do Dia, inscreva-se na newsletter do IHU


Revista ihu on-line

Zooliteratura. A virada animal e vegetal contra o antropocentrismo

Edição: 552

Leia mais

Modernismos. A fratura entre a modernidade artística e social no Brasil

Edição: 551

Leia mais

Metaverso. A experiência humana sob outros horizontes

Edição: 550

Leia mais

16 Novembro 2020

As vereadoras Linda Brasil (PSOL) e Duda Salabert (PDT), em Aracaju (SE) e Belo Horizonte (MG), respectivamente, podem fazer história nas eleições deste domingo (15). Ambas são mulheres trans e caminham para ser eleitas em primeiro lugar nas suas capitais.

A reportagem é publicada por Brasil de Fato, 15-11-2020.

A primeira é graduada em Letras Português/Francês e foi a primeira mulher trans a se formar e usar o nome social no sistema de cadastro da Universidade Federal de Sergipe (UFS). Linda Brasil foi integrante do Coletivo de Mulheres de Aracaju e do Coletivo Queer Transfeminista (Des)montadxs e é idealizadora e presidenta da CasAmor, uma casa de acolhimento às pessoas LGBTQI que vivem em estado de vulnerabilidade social.

Duda Salabert recebeu mais de 4% dos votos em Belo Horizonte até o momento
(Foto: Mídia Ninja)

Salabert é professora e foi, em 2018, a primeira mulher transexual do país a disputar o cargo de senadora, e foi a quarta mulher com mais votos na história de Minas Gerais.

Ela é idealizadora da Transvest, um projeto educacional que oferece há cinco anos cursos gratuitos de pré-vestibular e de educação para jovens e adultos e para travestis e transexuais em situação de vulnerabilidade. Assim como Linda Brasil, criou uma casa de acolhimento de pessoas trans em situação de rua em Minas Gerais.

Mais de 70% dos votos já foram apurados em Aracaju, e Linda Brasil tem 2,3% dos votos. Em Belo Horizonte, foram apurados 12%, e Salabert recebeu mais de 4%.

Em São Paulo (SP), com 56% das urnas apuradas, duas pessoas trans também estão próximas de se eleger: Erika Hilton (PSOL) e Thammy Miranda (PL).

Leia mais

Comunicar erro

close

FECHAR

Comunicar erro.

Comunique à redação erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta página:

Mulheres trans lideram disputa para vereadora em Aracaju e Belo Horizonte - Instituto Humanitas Unisinos - IHU