Lideranças indígenas preparam relatório com problemas das aldeias no Tocantins

Revista ihu on-line

Metaverso. A experiência humana sob outros horizontes

Edição: 550

Leia mais

Caetano Veloso. Arte, política e poética da diversidade

Edição: 549

Leia mais

Mulheres na pandemia. A complexa teia de desigualdades e o desafio de sobreviver ao caos

Edição: 548

Leia mais

Mais Lidos

  • Para ser ouvida, a Igreja precisa mudar de método. Entrevista com Jean-Claude Hollerich, relator do próximo Sínodo

    LER MAIS
  • A Europa e a guerra da Ucrânia. Artigo de Boaventura de Sousa Santos

    LER MAIS
  • “O virtual não pode ser tudo, porque se for tudo, a vida não faz sentido”. Entrevista com Cédric Durand

    LER MAIS

Newsletter IHU

Fique atualizado das Notícias do Dia, inscreva-se na newsletter do IHU


18 Abril 2018

Estado tem mais de 190 aldeias reconhecidas e catalogadas. Indígenas denunciam desmatamento ilegal, poluição e falta de assistência na área da saúde.

A reportagem foi publicado por G1, 17-04-2018.

Lideranças indígenas de várias regiões do Tocantins se reuniram em Palmas para conversar sobre problemas que afetam aldeias em todo o estado e preparam um relatório que será entregue nos próximos dias. O documento será encaminhado para o Ibama, O Instituto Natureza do Tocantins (Naturatins), a Funai e o Ministério Público Federal.

Cerca de 60 indígenas participam do debate. O Tocantins atualmente possui mais de 190 aldeias reconhecidas e catalogadas. As lideranças denunciam desmatamento ilegal, poluição nos rios e falta de assistência na área da saúde, principalmente na questão da entrega de medicamentos e na oferta de pré-natal para as gestantes.

A indígena Isabel Xerente reclamou do uso de agrotóxicos em propriedades rurais da região onde mora. “O progresso que eles estão pegando é para eles, não é para nós. Apenas o que nós estamos pegando é veneno na cara, os meninos doentes, os adultos doentes”, conta ela.

“Todas as vezes que chove lá, nós ficamos com a água deste tipo aqui”, diz o indígena Evangelista Apinajé, mostrando uma garrafa com água barrenta que ele trouxe da aldeia onde mora. “É a água que nós bebem, porque nós não temos como beber outras águas. E estas águas aqui estão dando doenças, disenteria, vômito e termina indo a óbito”, completa ele.

Ainda não foram definidas quais providências serão tomadas, apenas depois que o relatório for preparado os órgãos envolvidos vão montar uma estratégia de auxílio aos indígenas.

Leia mais

Comunicar erro

close

FECHAR

Comunicar erro.

Comunique à redação erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta página:

Lideranças indígenas preparam relatório com problemas das aldeias no Tocantins - Instituto Humanitas Unisinos - IHU

##CHILD
picture
ASAV
Fechar

Deixe seu Comentário

profile picture
ASAV