Assis. Basílica Santa Maria degli Angeli: Papa Francisco confessa alguns fieis

Revista ihu on-line

Modernismos. A fratura entre a modernidade artística e social no Brasil

Edição: 551

Leia mais

Metaverso. A experiência humana sob outros horizontes

Edição: 550

Leia mais

Caetano Veloso. Arte, política e poética da diversidade

Edição: 549

Leia mais

Mais Lidos

  • “Sendo 1% da população, os indígenas são a ponta de lança na resistência a Bolsonaro.” Entrevista com Raúl Zibechi

    LER MAIS
  • Movimento dos Focolares à prova

    LER MAIS
  • O desafio do pós-teísmo. Artigo de Paolo Gamberini

    LER MAIS

Newsletter IHU

Fique atualizado das Notícias do Dia, inscreva-se na newsletter do IHU


05 Agosto 2016


A informação é publicada por Il Sismografo, 04-08-2016. A tradução é de IHU On-Line.

Eis as palavras proferidas pelo Papa Francisco, ao terminar a sua Meditação na Basílica Santa Maria dos Anjos, em Assis, ao visitar a Porziuncula.

“Podemos sobre o perdão e a misericórdia. Cada um como o sente. Convido os freis, os bispos para irem até os confessionários – também eu irei – para estar à disposição do perdão. Nos fará bem recebe-lo hoje (04-08-2016), aqui, juntos. Que o Senhor nos dê a graça de dizer aquela palavra que o Pai não nos deixa concluir, aquela que ele disse ao filho pródigo: “Pai, pequei com...” e lhe fechou a boca e o abraçou. Nós começamos a contar nossos pecados e Ele nos tapará a boca e nos vestirá.

“Mas, padre, temo que amanhã vou fazer os mesmos pecados”. Mas volte! O Pai sempre olha a estrada, esperando que o filho pródigo volte. E todos nós somos filhos pródigos. Que o Senhor nos dê esta graça”.

O Papa atendeu a confissão de 19 pessoas.

Comunicar erro

close

FECHAR

Comunicar erro.

Comunique à redação erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta página:

Assis. Basílica Santa Maria degli Angeli: Papa Francisco confessa alguns fieis - Instituto Humanitas Unisinos - IHU

##CHILD
picture
ASAV
Fechar

Deixe seu Comentário

profile picture
ASAV