Poluição petrolífera no Sudão do Sul ameaça milhares de pessoas

Revista ihu on-line

Modernismos. A fratura entre a modernidade artística e social no Brasil

Edição: 551

Leia mais

Metaverso. A experiência humana sob outros horizontes

Edição: 550

Leia mais

Caetano Veloso. Arte, política e poética da diversidade

Edição: 549

Leia mais

Mais Lidos

  • “O populismo autoritário se apropria da linguagem da soberania popular”. Entrevista com Pierre Dardot

    LER MAIS
  • No feijão, retrato do libera-geral de venenos

    LER MAIS
  • Pastor pede escusas por ter discriminado homossexuais

    LER MAIS

Newsletter IHU

Fique atualizado das Notícias do Dia, inscreva-se na newsletter do IHU


11 Março 2016

Perigosos metais pesados usados na produção petrolífera no Sudão do Sul contaminaram fontes de água potável usadas por 180 mil pessoas, que enfrentam potencial risco de morte, denunciou a organização não governamental (ONG) alemã Sign of Hope.

A reportage foi publicada por Agência Lusa/ABr, 10-03-2016.

Os testes toxicológicos feitos em amostras de cabelo de 96 voluntários que vivem na zona da central de processamento de petróleo Thar Jath revelaram que eles estavam “altamente intoxicados com poluentes”, disse Klaus Stieglitz, da organização.

“Há uma ligação direta entre a contaminação das pessoas e as atividades da indústria de petróleo que funcionam nessa área”, afirmou Stieglitz, acrescentando que as conclusões são baseadas em seis anos de investigação sobre testes hidrológicos na região.

“O nível tóxico total – como encontrado nas amostras de cabelo – na população da área representa risco de vida”, disse Klaus-Dietrich Runow, do Instituto Alemão de Medicina Funcional e Saúde Ambiental, um dos dois toxicologistas independentes que avaliaram as amostras.

Testes feitos previamente mostraram “ligações diretas” entre a exploração petrolífera e a contaminação da água potável.

Apesar do reduzido número de amostras analisadas, a “homogeneidade” dos resultados sugere que se aplicam a grandes parcelas da população da região, estimada em 180 mil pessoas.

Comunicar erro

close

FECHAR

Comunicar erro.

Comunique à redação erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta página:

Poluição petrolífera no Sudão do Sul ameaça milhares de pessoas - Instituto Humanitas Unisinos - IHU

##CHILD
picture
ASAV
Fechar

Deixe seu Comentário

profile picture
ASAV