Cáritas lança uma “onda mundial de orações” para acabar com a pobreza

Revista ihu on-line

Modernismos. A fratura entre a modernidade artística e social no Brasil

Edição: 551

Leia mais

Metaverso. A experiência humana sob outros horizontes

Edição: 550

Leia mais

Caetano Veloso. Arte, política e poética da diversidade

Edição: 549

Leia mais

Mais Lidos

  • A sombra tenebrosa do bolsonarismo. Artigo de Leonardo Boff

    LER MAIS
  • Garimpo está destruindo vidas e terras indígenas com apoio do governo. Entrevista com Luísa Molina

    LER MAIS
  • Vaticano ordena reforma de comunidade religiosa após escândalos de abusos

    LER MAIS

Newsletter IHU

Fique atualizado das Notícias do Dia, inscreva-se na newsletter do IHU


Por: Jonas | 03 Dezembro 2013

No próximo dia 10 de dezembro, a Cáritas Internacional lançará uma “onda mundial de orações” para promover o fim da pobreza no mundo. Será o início da campanha mundial da Cáritas contra a pobreza, com o lema: ‘Uma só família humana, alimentos para todos’.

 
Fonte: http://goo.gl/SCxlfI  

A reportagem é publicada por Religión Digital, 01-12-2013. A tradução é do Cepat.

A onda começa nas Ilhas Samoa e atravessará o globo envolvendo todas as organizações Cáritas e muitas outras pessoas de todos os continentes.

Em um vídeo-mensagem, o cardeal Óscar Rodríguez Maradiaga, presidente da Cáritas Internationalis, disse: “Há alimentos suficientes para alimentar o planeta. Acreditamos que, com a ajuda de vocês, podemos colocar fim à pobreza antes de 2025”.

O papa Francisco nos deu também sua bênção e apoio à campanha, com um vídeo-mensagem de cinco minutos, que será exibido no dia do lançamento.

A Cáritas acredita que é um escândalo que quase um bilhão de pessoas passe fome atualmente, em um mundo que tem recursos para alimentar a todos.

Uma só família humana, alimentos para todos’, é a primeira campanha mundial realizada pelas 164 organizações nacionais da Cáritas juntas. Todas elas formam a Confederação Cáritas Internationalis.

A Cáritas afirma que é uma medida essencial que os governos garantam em suas leis nacionais o direito à alimentação para todos. O direito à alimentação defende o direito de todo ser humano de viver com dignidade, livre da fome, da insegurança alimentar e da desnutrição.

Além das iniciativas de incidência internacional, diante dos governos e da ONU, a campanha ‘Uma só família humana, alimentos para todos’ implicará em que as organizações Cáritas adotem objetivos nacionais, com a finalidade de melhorar a segurança alimentar. Também colocaremos particular ênfase na mudança de conduta individual, para evitar desperdiçar a comida e sobre a forma e o que comemos.

Veja também:

Comunicar erro

close

FECHAR

Comunicar erro.

Comunique à redação erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta página:

Cáritas lança uma “onda mundial de orações” para acabar com a pobreza - Instituto Humanitas Unisinos - IHU

##CHILD
picture
ASAV
Fechar

Deixe seu Comentário

profile picture
ASAV