CELAM apresenta “Fratelli tutti: meditações da América Latina e do Caribe”

Revista ihu on-line

Metaverso. A experiência humana sob outros horizontes

Edição: 550

Leia mais

Caetano Veloso. Arte, política e poética da diversidade

Edição: 549

Leia mais

Mulheres na pandemia. A complexa teia de desigualdades e o desafio de sobreviver ao caos

Edição: 548

Leia mais

Mais Lidos

  • A arte da leitura. Artigo de Enzo Bianchi

    LER MAIS
  • Maria Madalena era realmente de Magdala? Duas pesquisadoras investigam isso

    LER MAIS
  • Estudo mostra que SARS-CoV-2 pode ficar no organismo por tempo superior ao recomendado para quarentena

    LER MAIS

Newsletter IHU

Fique atualizado das Notícias do Dia, inscreva-se na newsletter do IHU


15 Dezembro 2020

A festa de Nossa Senhora de Guadalupe, Padroeira da América Latina e do Caribe, foi a ocasião para apresentar a última publicação do Conselho Episcopal Latino-americano - CELAM, intitulada "Fratelli tutti: meditações da América Latina e do Caribe". Em uma carta de apresentação do texto, o presidente do organismo episcopal, Dom Miguel Cabrejos, indica que, com ela, "queremos fazer eco a seu Magistério neste, seu continente, com nossos olhos fixos em nossos povos da América Latina e do Caribe".

A reportagem é de Luis Miguel Modino.

Com a participação dos membros da Presidência e de alguns outros bispos da América Latina e do Caribe, o livro recolhe "oito breves meditações referentes a cada um dos capítulos da encíclica do Santo Padre", disse Cabrejos. O Arcebispo peruano, neste tempo de Advento, diz que sente "o urgente chamado do bom Deus para fortalecer nossa esperança e, ao mesmo tempo, nosso compromisso com os mais necessitados, expressando nossa proximidade às vítimas do coronavírus e de tantas "outras pandemias históricas" que nos impulsionam a construir pontes de solidariedade, fraternidade e justiça social, à luz do Evangelho e da Doutrina Social da Igreja".

O livro digital, que este 12 de dezembro foi publicado em espanhol, português, inglês e francês, e que nos próximos dias terá uma versão italiana, tem "o propósito de incentivar a esperança e o compromisso com a cultura do encontro e do diálogo, que nos levará a construir pontes de fraternidade e amizade social", como afirma Dom Jorge Eduardo Lozano, Arcebispo de San Juan de Cuyo, Argentina, e Secretário Geral do CELAM, em sua apresentação.

Estamos diante de uma oportunidade para que "o sucessor de Pedro nos questione. Que possamos nos abrir à sua mensagem, nos deixar questionar por suas provocações, aplicar à nossa América Latina seu Magistério e ser encorajados por seu convite à esperança", segundo Dom Rogelio Cabrera López, "a tomar consciência do grande ideal de co-responsabilidade na marcha e bem-estar de nossa sociedade", nas palavras do Cardeal Brenes. De fato, segundo o Cardeal Odilo Scherer, "não se pode continuar a pensar e planejar o mundo para poucos privilegiados, onde são deixados à margem tantos irmãos, que têm a mesma dignidade e os mesmos direitos".

No livro publicado, Dom Cabrejos denuncia as "condições muito difíceis, marcadas por muitos anos de falta de oportunidades de emprego e renda e agravadas pela pandemia", que estão sendo vivenciadas na América Latina e no Caribe. Segundo Dom José Luis Rueda, isto pode ser visto “na realidade negativa, 'infelizmente', de algumas formas de política que ao invés de facilitar, elas 'dificultam', porque escondem 'o desprezo dos fracos'". Daí a necessidade de diálogo e amizade social, um aspecto sobre o qual Dom Juan Carlos Cárdenas reflete, enfatizando que "o diálogo autêntico constrói pontes para cultivar o encontro".

Somos chamados em Fratelli tutti a “construir a reconciliação na hodierna sociedade humana fragmentada, conflitada, violenta", como nos lembra o Cardeal Cláudio Hummes, para entender que "os membros das diferentes religiões são convidados a um verdadeiro exame de consciência perguntando-se, com toda sinceridade, se são realmente capazes de realizar este diálogo", nas palavras de Dom Launay Saturné. Portanto, não esqueçamos o testemunho de São Francisco de Assis que, como nos diz a própria encíclica, "semeou a paz por toda parte e caminhou perto dos pobres, dos abandonados, dos doentes, dos descartados, dos últimos".

Leia mais

Comunicar erro

close

FECHAR

Comunicar erro.

Comunique à redação erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta página:

CELAM apresenta “Fratelli tutti: meditações da América Latina e do Caribe” - Instituto Humanitas Unisinos - IHU

##CHILD
picture
ASAV
Fechar

Deixe seu Comentário

profile picture
ASAV