Líderes pentecostais ainda confiam na vitória de Trump

Revista ihu on-line

Zooliteratura. A virada animal e vegetal contra o antropocentrismo

Edição: 552

Leia mais

Modernismos. A fratura entre a modernidade artística e social no Brasil

Edição: 551

Leia mais

Metaverso. A experiência humana sob outros horizontes

Edição: 550

Leia mais

Mais Lidos

  • A vida de Xi Jinping e as escolhas da China

    LER MAIS
  • A favor da capacidade de ignorar

    LER MAIS
  • Sobre o amor. Artigo de Faustino Teixeira

    LER MAIS

Newsletter IHU

Fique atualizado das Notícias do Dia, inscreva-se na newsletter do IHU


12 Novembro 2020

Não é hora de se desesperar, mas da igreja orar para que a corrupção e a fraude eleitoral sejam expostas, alertou o líder cristão Lou Engle. Para alguns líderes pentecostais dos Estados Unidos, a eleição não está definida, uma vez que a contagem de votos ainda não acabou e o presidente Donald Trump ingressou judicialmente em quatro estados-chave contestando as urnas: Michigan, Geórgia, Nevada e Pensilvânia.

A reportagem é de Edelberto Behs, jornalista. 

“Acho que Deus está jogando xadrez”, disse o orador cristão Lance Wallnau num evento realizado no final de semana perto de Phoenix, segundo o The Western Journal. Ele acredita que a escolha de Amy Coney Barrett, 48 anos, indicada por Trump para integrar a Suprema Corte, foi uma providência de Deus, pois ela pode vir a fazer a diferença se o resultado da eleição presidencial subir até essa instância jurídica.

“Um voto poderia realmente fazer de Trump um presidente nomeado, em vez de um presidente eleito, o que, claro, irá liberar o caos”, admitiu Wallnau. No evento em Phoenix ele exortou os cristãos a apoiarem o presidente com base no que ele fez durante o seu governo. “A questão não é: ‘Ele é cristão’? Mas a questão é: ‘Ele foi escolhido? A graça comum está agindo por meio dele?’”

 A autora Kat Kerr assegurou que os profetas que previram a vitória de Trump nas urnas não erraram. Deus, disse ela, está se preparando para descobrir a corrupção e o mal, que será uma exposição esmagadora.

“As rochas estão prestes a se mover e Trump será o presidente, não importa o que você ouça”, disse Kerr para a CBN News. “Trump vai ganhar, ele será o presidente dos Estados Unidos, ele vai se sentar naquele escritório por mais quatro anos e Deus terá o Seu caminho neste país”, assegurou.

Duas semanas antes das eleições, a pastora da Igreja Internacional de Las Vegas, Denise Goulet, revelou, em culto, que o Senhor tinha vindo a ela na madrugada e disse: “Vou dar uma segunda vitória ao seu presidente”.

O pregador pentecostal Marion GordonPatRobertson, ex-candidato à presidência da República dos Estados Unidos, também acredita na vitória de Trump, por indicação de Deus. “Quero dizer sem questionar, Trump vai ganhar a eleição”, disse durante transmissão do programa televisivo 700 Club, do qual é o apresentador.

Em memorando emitido na segunda-feira, 9, o procurador-geral William Barr autorizou o Departamento de Justiça (DOJ) a examinar eventuais irregularidades na votação presidencial. Ele observou que essa investigação não deve ser interpretada como uma indicação de que o DOJ tenha concluído que irregularidades na votação tenham afetado o resultado da eleição, mas para garantir a confiança no processo eleitoral estadunidense.

Ele deu essa orientação “para enfatizar a necessidade de abordar oportuna e apropriadamente as alegações de irregularidades na votação para que todo o povo americano, independentemente de seu candidato ou partido preferido, possa ter plena confiança nos resultados de nossas eleições”, justificou, de acordo com o Portal Breitbart.

Leia mais

Comunicar erro

close

FECHAR

Comunicar erro.

Comunique à redação erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta página:

Líderes pentecostais ainda confiam na vitória de Trump - Instituto Humanitas Unisinos - IHU

##CHILD
picture
ASAV
Fechar

Deixe seu Comentário

profile picture
ASAV