Celebrar em casa: 4º Domingo de Páscoa. Domingo do Bom Pastor

Revista ihu on-line

Modernismos. A fratura entre a modernidade artística e social no Brasil

Edição: 551

Leia mais

Metaverso. A experiência humana sob outros horizontes

Edição: 550

Leia mais

Caetano Veloso. Arte, política e poética da diversidade

Edição: 549

Leia mais

Mais Lidos

  • Por um humanismo bioecocêntrico e libertador. Artigo de Santiago Villamayor, José Arregi et alii

    LER MAIS
  • O Papa Francisco precisa operar a perna direita, mas responde: não quero. Ele teme os efeitos da anestesia, que no caso da colectomia foi uma experiência ruim

    LER MAIS
  • É preciso mudar o olhar sobre a globalização. Duas economistas em Davos confirmam que os ventos mudaram

    LER MAIS

Newsletter IHU

Fique atualizado das Notícias do Dia, inscreva-se na newsletter do IHU


01 Mai 2020

As Irmãs Pias Discípulas do Divino Mestre elaboram este subsídio litúrgico, preparado para o próximo domingo, no intuito de ajudar as pessoas que desejem celebrar o Domingo em suas casas, com uma celebração da Palavra de Deus.

 

Eis o texto.

 

1. Abertura

- Quem preside canta, os demais repetem:

- Verdadeiramente, ressurgiu Jesus, [bis]

Cantemos aleluia, resplandece a luz. [bis]

- Eis que um santo dia, para nós brilhou, [bis]

Nele, o Senhor agiu, sem fim seu amor. [bis]

- Glória ao Pai e ao Filho e ao Santo Espírito. [bis]

Glória à Trindade santa, glória ao Deus bendito. [bis]

 

2. Motivação

Neste domingo do bom Pastor, o quarto da páscoa, recordemos em nosso coração as pessoas que estão sofrendo, os profissionais da saúde, tanta gente que estão expondo sua vida para socorrer as famílias em situação de luto.

 

3. Salmo 23[22]

Oremos colocando nossa confiança no Senhor, Pastor que se faz hóspede em nossa casa. Peçamos que Ele nos livre de todos os perigos.

Vós sois meu Pastor, ó Senhor, Nada me faltará se me conduzis.

1. Em verdes pastagens, me leva a repousar.
Em fontes bem tranquilas, as forças recobrar.

2. Por justos caminhos, meu Deus, vem me guiar.
De todos os perigos, meu Deus, vem me livrar.

3. Meu Deus junto a mim, o mal não temerei;
seguro em seu cajado, tranquilo eu estarei.

4. Me preparais a mesa, perante o opressor,
me perfumais a fronte, minha taça transbordou.

5. Felicidade e amor, sem fim me seguirão,
um dia em vossa casa, meus dias passarão.

- Oração silenciosa

 

4. Oração

Oremos ao Senhor

Deus de ternura, conduze à alegria do teu reino todos os homens e mulheres que buscam teu rosto, para que o pequeno rebanho dos discípulos e discípulas
de Jesus possa atingir, apesar da sua fraqueza, a fortaleza do Pastor, por quem te pedimos na unidade do Espírito Santo. Amém.

 

5. Leitura do Evangelho - João 10,1-10

- Uma pessoa da casa faça pausadamente a leitura:

Leitura do Evangelho de João.

Naquele tempo, disse Jesus: 'Em verdade, em verdade vos digo, quem não entra no redil das ovelhas pela porta, mas sobe por outro lugar, é ladrão e assaltante. Quem entra pela porta é o pastor das ovelhas. A esse o porteiro abre, e as ovelhas escutam a sua voz; ele chama as ovelhas pelo nome e as conduz para fora. E, depois de fazer sair todas as que são suas, caminha à sua frente, e as ovelhas o seguem, porque conhecem a sua voz. Mas não seguem um estranho, antes fogem dele, porque não conhecem a voz dos estranhos.' Jesus contou-lhes esta parábola, mas eles não entenderam o que ele queria dizer.

Então Jesus continuou: 'Em verdade, em verdade vos digo, eu sou a porta das ovelhas. Todos aqueles que vieram antes de mim são ladrões e assaltantes, mas as ovelhas não os escutaram. Eu sou a porta. Quem entrar por mim, será salvo; entrará e sairá e encontrará pastagem. O ladrão só vem para roubar, matar e destruir. Eu vim para que tenham vida e a tenham em abundância. Palavra da salvação.

 

6. Meditação

- Quem preside lê o texto abaixo e abre para a partilha do grupo:

O Evangelho deste domingo apresenta uma cena camponesa de pastores e ovelhas, mas também de assaltantes e ladrões. No final de cada dia, os pastores daquela região [da palestina], reuniam suas ovelhas num curral comum, vigiado por um porteiro durante a noite. De manhã, cada pastor se apresentava na porta, o porteiro abria e cada um chamava as suas ovelhas e elas reconheciam a sua voz e o seguiam. Os ladroes entravam pelos fundos, mas as ovelhas não reconheciam sua voz.

E Jesus esclarece para quem não entendeu a moral da história: “Eu sou a porta”. Ele próprio é a porta que se abre para às ovelhas, dele é a voz que as ovelhas reconhecem e seguem. Este movimento de conduzir de um lugar fechado para um lugar aberto, onde há luz e pastagem, é uma imagem pascal, refere-se ao êxodo de Jesus da morte à vida e ao nosso êxodo que começou no batismo.

Mais do que nunca, o momento atual, exige que inclinemos o ouvido do nosso coração para escutar a voz daquele que se oferece como porta de saída, que aponta o caminho do Êxodo. Não podemos confundir a voz de Jesus com o ruído dos que se dizem seus seguidores, mas vivem de sugar o sangue do povo.

 

7. Preces

Invoquemos a Cristo, e confiemos a ele as nossas preces, dizendo: Lembra-te de nós.

- Ó Cristo, Cordeiro pascal, que tira o pecado do mundo. Lembra-te de nós.

- Ó Cristo, Porta de nossa salvação, libertador do mal e da morte. Lembra-te de nós.

- Ó Cristo, nosso Pastor e guia de todos os que são forçados a migrar de sua terra. Lembra-te de nós.

- Ó Cristo, voz do Pai que aponta caminhos para uma solidariedade universal. Lembra-te de nós.

- Preces espontâneas...

 

8. Pai Nosso

Oremos a oração que Jesus nos ensinou: Pai nosso...

 

9. Bênção

O Deus da paz, que pela força do seu Espírito ressuscitou Jesus dentre os mortos, ressuscite-nos desde já para uma vida nova. A ele a glória e o louvor para sempre. Amém.

- Abençoe-nos o Pai e o Filho e o Espirito Santo. Amém.

- Que todos os irmãos e irmãs que adormeceram no Senhor, por sua misericórdia, descansem em paz. Amém.

 

Oração à mesa

- Estando todos/as em torno da mesa , canta-se o refrão:

Eu vim para que todos tenham vida, que todos tenham vida plenamente.

Quem preside faz a oração:

Nós te louvamos Senhor Jesus, porque ressuscitado te manifestaste aos discípulos durante uma refeição. A nós que recebemos o dom da tua Palavra, concede-nos partilhar estes alimentos na alegria e em ação de graças; dá-nos um coração generoso para repartir o que temos. A ti a glória pelos séculos. Amém. 

 

Leia mais

Comunicar erro

close

FECHAR

Comunicar erro.

Comunique à redação erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta página:

Celebrar em casa: 4º Domingo de Páscoa. Domingo do Bom Pastor - Instituto Humanitas Unisinos - IHU

##CHILD
picture
ASAV
Fechar

Deixe seu Comentário

profile picture
ASAV