O bispo de Trípoli espera que os rebeldes respeitem os cristãos

Revista ihu on-line

Modernismos. A fratura entre a modernidade artística e social no Brasil

Edição: 551

Leia mais

Metaverso. A experiência humana sob outros horizontes

Edição: 550

Leia mais

Caetano Veloso. Arte, política e poética da diversidade

Edição: 549

Leia mais

Mais Lidos

  • Arquidiocese italiana permite que católico transgênero seja crismado sob novo nome

    LER MAIS
  • O novo humanismo do Papa Francisco: ser pessoas normais, concretas, simples, com o pé no chão

    LER MAIS
  • A força transformadora da escuta hospitaleira e convivial

    LER MAIS

Newsletter IHU

Fique atualizado das Notícias do Dia, inscreva-se na newsletter do IHU


23 Agosto 2011

O bispo católico de Trípoli, Giovanni Innocenzo Martinelli, espera que os rebeldes, que estão tomando o controle da capital da Líbia, Trípoli, respeitem a comunidade cristã.

A reportagem está publicada no sítio espanhol Religión Digital, 23 -08-2011. A tradução é do Cepat.

Martinelli, vigário apostólico da capital, que nestes meses se opôs ao conflito, em declarações ao serviço de informação da Conferência Episcopal Italiana, SIR, confia, no entanto, em que a Igreja seja respeitada.

"Estou convencido de que, caso o Conselho Nacional de Transição assuma o poder, assim como aconteceu em Bengasi, respeitarão os lugares de culto", afirma.

"Os rebeldes já conhecem bem o bispo de Bengasi e as religiosas que trabalham nos hospitais. Não tenho motivos para pensar que são contra a Igreja. Por que deveriam estar contra nós? A Igreja sempre esteve junto ao povo".

Nestes momentos, afirma, os sacerdotes e religiosas de Trípoli estão fechados em suas residências, que são protegidas pelas autoridades.

"A situação é grave e há um pouco de medo – reconhece. Graças a Deus até agora nada de preocupante aconteceu à comunidade cristã. Nunca tive medo de agressões, pois em geral os líbios respeitam os lugares de culto".

"Certamente pode haver algum fanático que cometa um gesto de loucura. Mas até agora, graças a Deus, nunca tivemos nenhum sinal, nenhum gesto, nenhum arranhão contra a Igreja", conclui o prelado.

Comunicar erro

close

FECHAR

Comunicar erro.

Comunique à redação erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta página:

O bispo de Trípoli espera que os rebeldes respeitem os cristãos - Instituto Humanitas Unisinos - IHU

##CHILD
picture
ASAV
Fechar

Deixe seu Comentário

profile picture
ASAV