Estados Unidos. A Igreja pelo direito à imigração

Revista ihu on-line

Zooliteratura. A virada animal e vegetal contra o antropocentrismo

Edição: 552

Leia mais

Modernismos. A fratura entre a modernidade artística e social no Brasil

Edição: 551

Leia mais

Metaverso. A experiência humana sob outros horizontes

Edição: 550

Leia mais

Mais Lidos

  • A vida de Xi Jinping e as escolhas da China

    LER MAIS
  • A favor da capacidade de ignorar

    LER MAIS
  • Sobre o amor. Artigo de Faustino Teixeira

    LER MAIS

Newsletter IHU

Fique atualizado das Notícias do Dia, inscreva-se na newsletter do IHU


Por: André | 27 Junho 2012

“Os bispos católicos em todo o país apelarão aos governos estaduais para não aprovarem leis como a do Arizona, mas buscar reformas compassivas em nível federal”. Esta é a declaração formulada pelo arcebispo José H. Gómez, de Los Angeles, e diretor da Comissão para a Imigração da Conferência Episcopal dos Estados Unidos.

A reportagem é de Maria Teresa Pontara Pederiva e está publicada no sítio Vatican Insider, 26-06-2012. A tradução é do Cepat.

Os bispos encontraram uma esperança na decisão do caso do Arizona versus Estados Unidos e expressaram que reflete o apelo dos bispos para considerar leis imigratórias compassivas e justas, e sua preocupação com leis que provocam a separação familiar. Sua cautela se centra em permitir a execução de um mandato que obriga a imigrantes a mostrar seus documentos migratórios em algumas circunstâncias.

O arcebispo Gómez apelou aos governos estaduais para não se apressarem em aprovar leis similares à SB 1070 e urgiu ao Congresso para assumir sua responsabilidade e aprovar uma reforma migratória integral. Ele enfatizou que a Igreja católica dos Estados Unidos continuará sua luta a favor de uma reforma compassiva e justa ao sistema de imigração do país.

“O cumprimento de leis de maneira compassiva é parte de qualquer solução, mas o cumprimento por si mesmo, administrado injustamente, só leva a abusos e separações familiares”, indicou o arcebispo de Los Angeles. Com um apelo para que o tema da imigração possa encontrar uma solução normativa em nível federal, a declaração termina com o compromisso solene de que “a Igreja continuará amparando os imigrantes e seus familiares e buscando justiça para eles”, disse dom Gómez, para dar voz aos que não a tem.

Comunicar erro

close

FECHAR

Comunicar erro.

Comunique à redação erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta página:

Estados Unidos. A Igreja pelo direito à imigração - Instituto Humanitas Unisinos - IHU

##CHILD
picture
ASAV
Fechar

Deixe seu Comentário

profile picture
ASAV