“Vemos a fé e o amor surgindo da devastação”, afirma cardeal Tagle

Revista ihu on-line

Metaverso. A experiência humana sob outros horizontes

Edição: 550

Leia mais

Caetano Veloso. Arte, política e poética da diversidade

Edição: 549

Leia mais

Mulheres na pandemia. A complexa teia de desigualdades e o desafio de sobreviver ao caos

Edição: 548

Leia mais

Mais Lidos

  • Celibato dos padres no centro do Sínodo. O caso dos abusos impulsiona as reformas

    LER MAIS
  • Marcial Maciel, o fantasma que vagueia pela Igreja. Agora é preciso ir além da condenação de dezesseis anos atrás. A ferida se reabre e sangra periodicamente

    LER MAIS
  • Ratzinger, além de Munique, há uma página negra em seu pontificado. Artigo de Marco Politi

    LER MAIS

Newsletter IHU

Fique atualizado das Notícias do Dia, inscreva-se na newsletter do IHU


14 Novembro 2013

“Vemos destruição, ruínas em toda parte, mas vemos também a fé e o amor surgindo destas ruínas, e isto nos torna pessoas mais forte. Quero agradecer a todos, todos: ao Santo Padre, as mães e as irmãs de fora do país, porque se lembraram de nós e porque procuram fazer o possível para vir ajudar-nos. Em nome das vítimas e dos pobres, nós agradecemos, verdadeiramente!”

A reportagem é publicada por Vatican Insider, 12-11-2013. A tradução é do Cepat.

Fonte: http://goo.gl/G15oz8  

Desta maneira, o cardeal Luis Antonio Tagle, arcebispo de Manila, numa entrevista à Rádio Vaticana, agradeceu entre lágrimas a todos os que estão fazendo esforços para ajudar as populações atingidas nas Filipinas pelo devastador tufão Haiyan.

“Acredito não ser o único que diz que cada vez que vemos as imagens da destruição, ficamos sem palavras – continuou Tagle. Ainda precisamos nos refazer do choque emocional e psicológico. Nós, que estamos aqui em Manila, e nas áreas que não foram atingidas tão gravemente como outras, ao ver as imagens ficamos sem palavras e não posso imaginar o que se passa pelas mentes e corações dos que se encontram nestes locais. Sinto-me profundamente consolado ao ver e escutar testemunhos de fé, especialmente vindos das próprias vítimas”.

O arcebispo afirmou que “também as Igrejas locais nessas áreas sofreram muitas perdas. Então, a maior parte da ajuda que a Igreja oferece não vem dessas dioceses, mas do exterior”, e destacou a grande solidariedade por parte dos leigos católicos: “Esta é uma fonte de grande consolo e força”.

Antes deste tufão, recordou o jovem cardeal filipino, “tivemos um terremoto, que atingiu a parte central do país, muito perto de Leyte e Samar, as ilhas atingidas pelo tufão. Nossa reflexão continua nesta linha: vemos a destruição, ruínas em toda parte, mas vemos também a fé e o amor surgindo dessas ruínas, e isto nos torna mais fortes”.

Leia a notícia aqui

Que sentimentos esta notícia provocou em você?

O texto bíblico a seguir pode lhe iluminar.

Leia-o e deixe que ele ecoe em você.

Que o amor de vocês seja sem hipocrisia:
detestem o mal e apeguem-se ao bem;
no amor fraterno, sejam carinhosos uns com os outros,
rivalizando na mútua estima.
Quanto ao zelo, não sejam preguiçosos; sejam fervorosos de espírito,
servindo ao Senhor. Sejam alegres na esperança,
pacientes na tribulação e perseverantes na oração.
Sejam solidários com os cristãos em suas necessidades
e se aperfeiçoem na prática da hospitalidade.(Rm 12, 9-13)


Com confiança faça uma oração com o que sentiu.

Se quiser, pode escrever sua prece e enviá-la, para que outros possam rezar junto pelo site.

Mande sua mensagem pelo formulário abaixo:

Comunicar erro

close

FECHAR

Comunicar erro.

Comunique à redação erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta página:

“Vemos a fé e o amor surgindo da devastação”, afirma cardeal Tagle - Instituto Humanitas Unisinos - IHU

##CHILD
picture
ASAV
Fechar

Deixe seu Comentário

profile picture
ASAV