Olav Fykse Tveit vai continuar trabalhando como secretário geral do CMI

Revista ihu on-line

Modernismos. A fratura entre a modernidade artística e social no Brasil

Edição: 551

Leia mais

Metaverso. A experiência humana sob outros horizontes

Edição: 550

Leia mais

Caetano Veloso. Arte, política e poética da diversidade

Edição: 549

Leia mais

Mais Lidos

  • “O populismo autoritário se apropria da linguagem da soberania popular”. Entrevista com Pierre Dardot

    LER MAIS
  • No feijão, retrato do libera-geral de venenos

    LER MAIS
  • Pastor pede escusas por ter discriminado homossexuais

    LER MAIS

Newsletter IHU

Fique atualizado das Notícias do Dia, inscreva-se na newsletter do IHU


04 Julho 2014

Olav Fykse Tveit foi nomeado para um segundo período de cinco anos como o secretário geral do Conselho Mundial de Igrejas – CMI, no dia 3 de julho, durante a reunião do Comitê Central da entidade em Genebra, Suíça. O teólogo e pastor de 53 anos, membro da Igreja da Noruega, vinha trabalhando como secretário geral desde janeiro de 2010.

A informação é publicada pela págna do Conselho Mundial de Igrejas, 03-97-2014. A tradução é de Isaque Gomes Correa.

Tveit considerou esta nomeação um “grande privilégio” e a “continuação de uma trajetória significativa”. Disse que os últimos cinco anos foram os “anos abençoados, oferecendo oportunidades, desafios e realizações em seu trabalho junto às igrejas”.

“Esta decisão é animadora. Eu me sinto agradecido e motivado”, falou.

“Uma fé compartilhada daquilo que o CMI pode realizar em sua busca pela unidade dos cristãos, pela justiça e pela paz no mundo, uma preocupação que reside no coração do movimento ecumênico, é imensamente inspiradora para mim na medida em que continuo trabalhando com as igrejas”.

Agnes Abuom, moderadora do Comitê Central do CMI, disse: “Nós, como membros do Comitê Central, ficamos felizes com a nomeação do reverendo Olav Fykse Tveit. O Comitê Central vem fortemente afirmando os dons de liderança que ele traz em seu papel. Estamos ansiosos, com um alto grau de confiança, para com os próximos cinco anos de trabalho junto a ele e a todos os colaboradores do CMI.”

Tveit desempenhou um papel ativo nas últimas duas décadas em busca do fortalecimento das relações globais entre as igrejas, ao mesmo tempo contribuindo no trabalho delas pela causa da justiça e paz. Antes de ser nomeado secretário geral do CMI, Tveit atuou como secretário geral do Conselho para as Relações Ecumênicas e Internacionais da Igreja da Noruega, assim como foi membro da Comissão de Fé e Ordem do CMI e do conselho de administração e comitê executivo do Conselho Cristão da Noruega.

O CMI é uma fraternidade de 345 igrejas ao redor do mundo.

Comunicar erro

close

FECHAR

Comunicar erro.

Comunique à redação erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta página:

Olav Fykse Tveit vai continuar trabalhando como secretário geral do CMI - Instituto Humanitas Unisinos - IHU

##CHILD
picture
ASAV
Fechar

Deixe seu Comentário

profile picture
ASAV