"Moralia": quando a teologia e a moral entram na web

Revista ihu on-line

Modernismos. A fratura entre a modernidade artística e social no Brasil

Edição: 551

Leia mais

Metaverso. A experiência humana sob outros horizontes

Edição: 550

Leia mais

Caetano Veloso. Arte, política e poética da diversidade

Edição: 549

Leia mais

Mais Lidos

  • Movimento dos Focolares à prova

    LER MAIS
  • “Sendo 1% da população, os indígenas são a ponta de lança na resistência a Bolsonaro.” Entrevista com Raúl Zibechi

    LER MAIS
  • O desafio do pós-teísmo. Artigo de Paolo Gamberini

    LER MAIS

Newsletter IHU

Fique atualizado das Notícias do Dia, inscreva-se na newsletter do IHU


31 Julho 2015

A teologia moral torna-se acessível a todos através das potencialidades da internet. Esse é o ambicioso projeto da Associação Teológica Italiana para o Estudo da Moral (Atism), que iniciou o projeto "Moralia", uma seção de discussão pública hospedada no site da revista italiana Il Regno.

A reportagem é de Mariano Luigi Guzzo, publicada no sítio Vatican Insider, 22-07-2015. A tradução é de Moisés Sbardelotto.

Conversamos a respeito com o teólogo Simone Morandini, um dos iniciadores do projeto.

Eis a entrevista.

Em que consiste e como se estrutura o projeto Moralia?

Moralia nasceu do convite dirigido há alguns meses pelo diretor da revista Il Regno, Gianfranco Brunelli, à Atism. Na passagem online de uma significativa parte das informações da Il Regno, ele via a oportunidade de construir um espaço para os temas éticos, muitas vezes presentes na web, mas frequentemente de modo improvisado, com pouca refletividade. Daí a ideia de envolver a Atism, para valorizar a ampla rede de competências presente nela, em vista de uma apresentação o mais possível consistente e, ao mesmo tempo, atraente.

Para colaborar com a iniciativa, a presidência da Atism delegava o vice-presidente, Pierdavide Guenzi, e eu, delegado para a área norte, apoiados por Paolo Benanti e Gaia De Vecchi, para constituir um pequeno grupo de redação. A escolha foi a de ativar logo duas dimensões: a seção "Blog", com três a quatro textos curtos por semana, muitas vezes (mas nem sempre) ligados à atualidade, que oferecessem um olhar moral sobre alguns temas do tempo; a seção "Diálogos", que, algumas vezes por ano, disponibilizasse uma reflexão temática a mais vozes com contribuições de maior fôlego. Uma terceira seção, de fôlego ainda maior, por enquanto, permanece apenas em estado de projeto.

Foi excelente a resposta dos sócios da Atism (e também de diversos amigos não ligados à associação, mas que se disponibilizaram), que compreenderam a importância desse instrumento de comunicação e exploraram eficazmente a possibilidade de produzir posts de caráter ético, sobre uma grande variedade de assuntos. A própria redação ficou surpresa com a criatividade dos autores, que tematizaram uma ampla gama de questões que vão das novas tecnologias aos nós da bioética e da ética ambiental, mas também à acolhida aos migrantes e a relação religiões-violência. Uma atenção importante também foi dada às dinâmicas eclesiais (o Ano Jubilar, a encíclica Laudato si', os temas do Sínodo sobre a família...), assim como para algumas grandes palavras da reflexão ética (conversão, discernimento, seguimento, carisma/poder...).

Que efeitos positivos do Moralia pode ter na comunidade eclesial?

O propósito do Moralia é oferecer uma reflexão ética (e particularmente ético-teológica) em um estilo comunicativo acessível e fácil de usar. Isto é, em primeiro lugar, trata-se de disponibilizar aos membros da comunidade eclesial – mas não só – um conjunto de recursos, para apoiar e suscitar um diálogo e um debate. Também se trata de superar imagem disseminada que vê a moral como uma "triste ciência", feita de proibições eternamente repetidas, para buscar, ao contrário, uma figura da ética como companheira na busca de sentido que atravessa a família humana.

Um objectivo, é claro, de longo prazo; a partir de agora, para ir nessa direção, foi fundamental a disponibilidade dos autores, já mais de 30, para uma produção de cerca de 70 posts entre Blog e Diálogos. Buscou-se entrelaçar, dentre outras coisas, a presença de algumas figuras históricas da ética e da teologia italiana com a valorização de alguns autores emergentes, capazes de se mover com eficácia e contundência no espaço da rede.

O Moralia representa uma oportunidade propícia para tornar acessíveis a todos as reflexões teológicas, explorando as potencialidades da web.

A ativação do Moralia foi um desafio para a própria redação: compreender qual pode ser a linguagem apropriada para a web nunca é algo banal. Como falar de questões de grande densidade moral em 3.000 caracteres? Como ser acessível a leitores acostumados à hipertextualidade (que muitas vezes também é fragmentariedade) da rede? E, por outro lado, como tornar adequadamente visíveis os conteúdos propostos? Sobre a eficácia das respostas às primeiras perguntas, seria preciso dar a palavra aos nossos leitores (mas os comentários geralmente são positivos).

Na tentativa de responder à última, por outro lado, também se tentou tornar acessível o Moralia – além do site da Il Regno – através de uma página específica no Facebook ("Moralia Regno"), constantemente atualizada com os posts conforme são publicados. Ainda falta uma análise estatística adequada dos acessos aos vários postos, mas os dados parciais atualmente disponíveis certamente são satisfatórios.

O Moralia também é uma seção hospedado no site da Il Regno, histórica e importante revista que vai parar a sua publicação no fim de 2015, como comunicado pelo Centro Editorial Dehoniano. Qual será o futuro dessa seção?

Sobre o futuro do Moralia, falaremos novamente depois da pausa de verão, já que o comunicado da redação deixava em aberto margens de esperança para a revista. Certamente, esses meses de presença na web mostraram à Atism uma série de potencialidades para a comunicação moral, que não podem ser desperdiçadas.

Além do Moralia, que novos desafios esperam a Atism?

A Atism, depois do excelente seminário sobre a relação entre teologia moral e teologia pastoral, realizado em Catanzaro, no início de julho, chega, em 2016, aos 50 anos de atividade. Mas não gostaríamos tanto de realizar um evento meramente celebrativo, mas sim um momento de reflexão importante sobre a missão da associação e sobre o sentido mesmo da reflexão ética em uma sociedade cada vez mais global e marcada por uma mudança veloz. No âmbito eclesial, por outro lado, é preciso compreender bem como estar em sintonia com a dinâmica de renovação promovida pelo Papa Francisco e apoiá-la ativamente de acordo com a competência própria da associação. Os desafios para a reflexão moral realmente não faltam... Serão meses intensos e interessantes.

Comunicar erro

close

FECHAR

Comunicar erro.

Comunique à redação erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta página:

"Moralia": quando a teologia e a moral entram na web - Instituto Humanitas Unisinos - IHU

##CHILD
picture
ASAV
Fechar

Deixe seu Comentário

profile picture
ASAV