O Átrio dos Gentios encontra Charles Taylor: ''A praça e o templo''

Revista ihu on-line

Modernismos. A fratura entre a modernidade artística e social no Brasil

Edição: 551

Leia mais

Metaverso. A experiência humana sob outros horizontes

Edição: 550

Leia mais

Caetano Veloso. Arte, política e poética da diversidade

Edição: 549

Leia mais

Mais Lidos

  • Por um humanismo bioecocêntrico e libertador. Artigo de Santiago Villamayor, José Arregi et alii

    LER MAIS
  • O Papa Francisco precisa operar a perna direita, mas responde: não quero. Ele teme os efeitos da anestesia, que no caso da colectomia foi uma experiência ruim

    LER MAIS
  • É preciso mudar o olhar sobre a globalização. Duas economistas em Davos confirmam que os ventos mudaram

    LER MAIS

Newsletter IHU

Fique atualizado das Notícias do Dia, inscreva-se na newsletter do IHU


23 Fevereiro 2015

Na sexta-feira, 6 de março, será realizada em Roma, no Centro de Estudos Americanos, das 17h30 às 19h30, o evento "A praça e o templo". A iniciativa é organizada pelo Átrio dos Gentios, com o apoio do Institut Français – Centre Saint Louis, da Embaixada da Franca junto à Santa Sé e a colaboração do Council for Research in Values and Philosophy, onde, nos dias 4 e 5 de março, será realizada uma conferência que terá como convidados também o cardeal Gianfranco Ravasi e Charles Taylor.

A nota foi publicada no sítio Cortile dei Gentili, 13-02-2015. A tradução é de Moisés Sbardelotto.

O evento será um encontro entre crentes e não crentes em torno do modo pelo qual, no século XXI, as duas sensibilidades, a da praça e a do templo, podem coexistir em um marco de igual liberdade para todos.

A praça é cada vez mais ocupada por mercadores e por aqueles que pedem justiça para as vítimas dos mercadores. Os fiéis do templo pedem que a sua voz também ressoe na praça, porque a praça, em uma sociedade livre, só pode pertencer a todos.

Juntos, se interrogará em torno do modo pelo qual essas diversas vozes podem coexistir, sobre quais os limites que cada direito implica e sobre que relação a praça e o templo podem ter com o palácio. Um diálogo pós-secular, que ocorre contra o pano de fundo de uma certeza: o declínio daquela ideia de secularização que pensava que os templos gradualmente se esvaziariam.

O diálogo será presidido e moderado por Giuliano Amato, presidente da Fundação Cortile dei Gentili, e terá como convidado especial o filósofo canadense Charles Taylor, desde sempre atento à questão da secularização e autor do livro A secular age (Uma era secular, Editora Unisinos, São Leopoldo, 2010),  definido por alguns sociólogos como um dos livros mais importantes das últimas décadas.

Junto com Charles Taylor, também serão convidados do encontro outros filósofos que, nos seus estudos, abordaram o tema da secularização: José Casanova, um dos maiores estudiosos de sociologia da religião e professor da Georgetown University; Alessandro Ferrara, professor de filosofia política da Universidade Tor Vergata; Giacomo Marramao, professor de filosofia política e filosofia teórica da Universidade Roma Tre; e François Bousquet, filósofo e professor de teologia e de história das religiões.

Para participar, é preciso se inscrever mediante o formulário presente na página do evento ou enviando um e-mail a Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.. A iniciativa também poderá ser acompanhada em tempo real pelas redes sociais, pelas atualizações contínuas nos perfis oficiais no Facebook e no Twitter (@CortiledeiGenti) com a hashtag #laPiazzaeilTempio e pela transmissão ao vivo no site do Átrio dos Gentios, www.cortiledeigentili.com.

Comunicar erro

close

FECHAR

Comunicar erro.

Comunique à redação erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta página:

O Átrio dos Gentios encontra Charles Taylor: ''A praça e o templo'' - Instituto Humanitas Unisinos - IHU

##CHILD
picture
ASAV
Fechar

Deixe seu Comentário

profile picture
ASAV