Clube Militar presta homenagem ao torturador Brilhante Ustra

Revista ihu on-line

Metaverso. A experiência humana sob outros horizontes

Edição: 550

Leia mais

Caetano Veloso. Arte, política e poética da diversidade

Edição: 549

Leia mais

Mulheres na pandemia. A complexa teia de desigualdades e o desafio de sobreviver ao caos

Edição: 548

Leia mais

Mais Lidos

  • Mudanças climáticas: uma oportunidade para a teologia se libertar do passado. Artigo de Bruno Latour

    LER MAIS
  • O extermínio na hora do almoço. Artigo de Corrado Augias

    LER MAIS
  • É proibido esquecer Auschwitz e o maior roubo da história

    LER MAIS

Newsletter IHU

Fique atualizado das Notícias do Dia, inscreva-se na newsletter do IHU


20 Outubro 2015

Primeiro militar oficialmente reconhecido pela Justiça brasileira como “torturador”, o coronel reformado do Exército, Carlos Aberto Brilhante Ustra, ainda é admirado e tido como exemplo para muitos civis conservadores e outros militares da reserva. Comandante do extinto DOI-Codi – um dos principais órgãos de repressão da ditadura militar ao longo dos anos 70, onde foram torturadas mais de 500 pessoas e assassinadas outras 50 -, Ustra faleceu em decorrência de um câncer na semana passada e foi homenageado pelo Clube Militar.

A notícia foi publicada por Portal Forum, 19-10-2015.

“Ao longo de sua vida militar, o Cel Ustra teve que enfrentar difíceis situações, num período conturbado para o Brasil e para seu Exército. Oficial cônscio de seus deveres, sempre cumpriu as missões recebidas com o máximo de dedicação e proficiência, conquistando o respeito e a admiração dos que tiveram o privilégio de com ele servir. Lamentando o falecimento do distinto associado, o Clube Militar registra suas sentidas condolências à família enlutada”, diz a nota fúnebre publicada no site da entidade.

Ustra estava com 83 anos e sempre negou qualquer acusação. Em algumas ocasiões, no entanto, admitiu “excessos”. Ele já foi citado em inúmeros depoimentos de ex-presos e ex-agentes e já chegou a admitir, inclusive, que utilizava o codinome “Dr. Tibiriçá” – constantemente relatado por vítimas.

Comunicar erro

close

FECHAR

Comunicar erro.

Comunique à redação erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta página:

Clube Militar presta homenagem ao torturador Brilhante Ustra - Instituto Humanitas Unisinos - IHU

##CHILD
picture
ASAV
Fechar

Deixe seu Comentário

profile picture
ASAV