Opus Dei perde seu feudo em Guayaquil

Revista ihu on-line

Metaverso. A experiência humana sob outros horizontes

Edição: 550

Leia mais

Caetano Veloso. Arte, política e poética da diversidade

Edição: 549

Leia mais

Mulheres na pandemia. A complexa teia de desigualdades e o desafio de sobreviver ao caos

Edição: 548

Leia mais

Mais Lidos

  • Celibato dos padres no centro do Sínodo. O caso dos abusos impulsiona as reformas

    LER MAIS
  • Marcial Maciel, o fantasma que vagueia pela Igreja. Agora é preciso ir além da condenação de dezesseis anos atrás. A ferida se reabre e sangra periodicamente

    LER MAIS
  • Ratzinger, além de Munique, há uma página negra em seu pontificado. Artigo de Marco Politi

    LER MAIS

Newsletter IHU

Fique atualizado das Notícias do Dia, inscreva-se na newsletter do IHU


Por: Jonas | 29 Setembro 2015

O Opus Dei perdeu um feudo na Arquidiocese de Guayaquil (Equador). No dia 24 de setembro, a Santa Sé nomeou dom Luis Cabrera Herrera, da Ordem dos Franciscanos, para substituir dom Antonio Arregui Yarza, numerário do Opus Dei, que foi seu arcebispo desde o dia 7 de maio de 2003 e que havia apresentado sua renúncia ao completar 75 anos.

A reportagem é de Nacho Fernández, publicada por Religión Digital, 27-09-2015. A tradução é do Cepat.

Trata-se da idade fixada pela Igreja Católica para que os bispos residenciais coloquem seu cargo à disposição do Papa, o que pode ser aceito a qualquer momento.

Quando dom Antonio Arregui Yarza foi nomeado para a Arquidiocese de Guayaquil, também substituiu ao numerário do Opus Dei Juan Larrea Holguín, que estava à frente da arquidiocese desde 1989. Por isso, a prelatura contou com dois arcebispos em Guayaquil, durante vinte e seis anos.

Ambos tiveram diversos cargos na Conferência Episcopal Equatoriana. O novo arcebispo de Guayaquil é um destacado franciscano que é conhecido por suas opiniões avançadas, muito na linha do atual Papa Francisco. Ao que parece, Arregui e Cabrera Herrera participarão do Sínodo da Família que se reunirá em Roma, no próximo mês de outubro, representando a Conferência Episcopal do Equador.

Até que ponto o Opus Dei está perdendo poder nas dioceses de todo o mundo? Tal baixa parece ser confirmada por esta nomeação em Guayaquil e a interrupção do falecido dom Rogelio Livieres Plano, também numerário do Opus Dei, que conduzia a Diocese de Ciudad del Este, no Paraguai, e que exerceu o cargo de 3 de outubro de 2004 a 20 de dezembro de 2014. Foi substituído por dom Heinz Wilhelm Stecklin.

O sucessor de Livieres pertence à Congregação dos Oblatos de Maria Imaculada (OMI). Existe a coincidência de que agora dom Antonio Arregui Yarza será substituído por um religioso franciscano. O papa Francisco, pertencente à Companhia de Jesus, significou uma revolução dentro da Igreja, que agora pode chegar com estas mudanças episcopais.

No momento atual, é muito difícil que ocorra uma mudança na direção da Arquidiocese de Lima, pois o atual titular, o cardeal Juan Luis Cipriani Thorne, também numerário do Opus Dei, só completará 75 anos no dia 28 de dezembro de 2018. A prelatura pessoal do Opus Dei agora dirá que estas mudanças são normais na Igreja e que o papa Francisco expressou seu carinho para com o Opus Dei. Até que ponto?

Comunicar erro

close

FECHAR

Comunicar erro.

Comunique à redação erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta página:

Opus Dei perde seu feudo em Guayaquil - Instituto Humanitas Unisinos - IHU

##CHILD
picture
ASAV
Fechar

Deixe seu Comentário

profile picture
ASAV