Galileu Galilei - 8 de janeiro

Revista ihu on-line

Gênero e violência - Um debate sobre a vulnerabilidade de mulheres e LGBTs

Edição: 507

Leia mais

Os coletivos criminais e o aparato policial. A vida na periferia sob cerco

Edição: 506

Leia mais

Giorgio Agamben e a impossibilidade de salvação da modernidade e da política moderna

Edição: 505

Leia mais

Mais Lidos

  • O Papa deixou claro que não pensa em renunciar

    LER MAIS
  • Não se vence a crise com a economia. Artigo de Edgar Morin

    LER MAIS
  • A tropa de Temer

    LER MAIS

Newsletter IHU

Fique atualizado das Notícias do Dia, inscreva-se na newsletter do IHU

close

FECHAR

Enviar o link deste por e-mail a um(a) amigo(a).

08 Janeiro 2016

Galileu Galilei, Florença, †1642. Foi um físico, matemático, astrônomo e filósofo italiano.

Galileu Galilei foi personalidade fundamental na revolução científica. Viveu a maior parte de sua vida em Pisa e em Florença. Ele desenvolveu os primeiros estudos sistemáticos do movimento uniformemente acelerado e do movimento do pêndulo.

Descobriu a lei dos corpos e enunciou o princípio da inércia e o conceito de referencial inercial, ideias precursoras da mecânica newtoniana. A principal contribuição de Galileu foi para o método científico, pois a ciência assentava numa metodologia aristotélica.
Galileu Galilei foi condenado pela Inquisição por ter aderido à teoria de Copérnico que sustentava que era o Sol, e não a Terra, o centro do Universo, contrário ao que se pensava na época.

"Em 31 de outubro de 1992, quando se cumpriam os 350 anos de sua morte, João Paulo II o reabilitou solenemente e criticou os erros dos teólogos da época que deram sustentação à condenação, sem desqualificar expressamente o tribunal que o sentenciou".

(Cf notícia neste sítio no dia 27/02/2008)

Leia mais:

Desculpas a Galileu: a Igreja repensa o caso

Comunicar erro

close

FECHAR

Comunicar erro.

Comunique à redação erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta página:

Instituto Humanitas Unisinos - IHU - Galileu Galilei - 8 de janeiro