Trabalho (90)

A movimentação do emprego no Vale do Sinos

Sábado, 10 de Setembro de 2011
A realidade do emprego no Vale do Rio dos Sinos constitui-se em importante fonte de aproximação com a realidade do trabalho, dos trabalhadores e do desenvolvimento da região.  A partir do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados – CAGED. Ministério do Trabalho e Emprego – MTE é possível identificar as informações sobre a Admissão e Desligamentos. O ObservaSinos sistematizou a movimentação do trabalho formal, admissões e desligamentos, ocorridas no mês de julho deste ano. A rotatividade de trabalhadores, admissões e desligamentos, é evidenciada pela denominação reemprego, que no…
O comércio varejista e as indústrias calçadistas movimentaram 73.652 trabalhadores no primeiro semestre deste ano, somando-se os admitidos e os desligados.As mulheres representam o maior número de admissões e desligamentos nestes setores que mais movimentaram o trabalho formal na região. No comércio varejista as mulheres são 53,4% das admissões e 53,1% dos desligamentos. E, nas indústrias calçadistas são 55,4% das admissões e 54,1% dos desligamentos.O salário preponderante, para 16.504 mulheres admitidas fica entre um e um salário mínimo e meio. Estes dados foram apreendidos do…
O comércio varejista e as indústrias calçadistas foram os setores que mais admitiram e desligaram trabalhadores no primeiro semestre de 2011 no Vale do Rio dos Sinos. Segundo dados do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados – CAGED do Ministério do Trabalho e Emprego – MTE, foram admitidos neste primeiro semestre de 2011 no mercado formal de trabalho na região do Vale do Rio dos Sinos 111.646 trabalhadores. No mesmo período foram desligados 99.609 trabalhadores. Os setores que alcançaram maior movimentação neste período foram os…
Em um período de crise do emprego no Vale do Paranhana, provocado pelo fechamento da fábrica da Azaleia, o ObservaSinos retomou a aproximação com os dados sobre as áreas de maior empregabilidade no Vale do Rio dos Sinos, em vista de melhor analisar o impacto desta realidade na Região. Este interesse foi somado à perspectiva metodológica de análise do prof. Carlos Paiva, em Seminário realizado pelo Observatório da Realidade e das Políticas Públicas do Vale do Rio dos Sinos, que aponta a importância desta aproximação, como…
Entre os anos 2000 e 2010 foram admitidos no mercado formal de trabalho no Vale do Rio dos Sinos 158.227 novos trabalhadores, segundo dados do Cadatro Geral de Empregados e Desempregados (CAGED) do Ministério do Trabalho e Emprego (MTE). O ano em que houve o maior número de admissões primeiro emprego foi 2010, representando 12% deste período. Neste mesmo ano o número de mulheres admitidas nesta denominação foram de 48% e homens 52% do total naquele ano. Em 2003, ano com o menor número de…
A construção civil tem um número maior de mulheres admitidas a cada ano. Em janeiro deste ano foram admitidas no mercado formal de trabalho 68 mulheres na região do Vale do Rio dos Sinos no setor. Neste mesmo período em 2010 foram admitidas 42 mulheres. As mulheres jovens de 18 a 24 anos representam o maior percentual de contratações femininas na construção civil em janeiro de 2011, 27%. Em 2010 está faixa etária representava 21%, enquanto que naquele ano, o maior número destas admissões ocorreu…
O Observasinos, projeto do Instituto Humanitas Unisinos - IHU, dá sequência às análises da movimentação do trabalho formal na Região do Vale do Rio dos Sinos, confrontando-os com a realidade do Estado do Rio Grande do Sul. No Rio Grande do Sul o número de admissões no mercado formal de trabalho é maior do que de desligamentos em janeiro deste ano, segundo dados do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (CAGED) do Ministério do Trabalho e Emprego (MTE). Foram admitidos 125.695 trabalhadores e desligados 108.463 trabalhadores no…
O Observasinos está empenhado na reunião, sistematização e publicação de informações sobre o trabalho formal no Vale do Sinos em 2010. O comércio varejista foi o setor que mais se movimentou no Rio Grande do Sul no ano que passou, sendo responsável por 20% das admissões (284.083) no mercado formal de trabalho e 20% dos desligamentos (249.151) do total do Estado, segundo dados do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (CAGED). Este setor também é responsável pela maior movimentação das trabalhadoras gaúchas no mercado formal de…
As indústrias de transformação são responsáveis por transformar matéria-prima em produto final ou intermediário para outras empresas. Este setor representa 6,4% das admissões no mercado formal de trabalho do Estado do Rio Grande do Sul e 39,6% da região do Vale do Rio dos Sinos durante o terceiro trimestre de 2010. Destes 39,6% de admissões, 9% são contratações através do primeiro emprego e 90% são admissões reemprego. O mercado formal de trabalho das indústrias de transformação no Vale do Sinos contratou mais trabalhadores com experiência…
O Observasinos, projeto do Instituto Humanitas – IHU Unisinos, comprometido com o monitoramento dos indicadores da realidade do Vale dos Sinos reuniu e analisou nesta semana os índices relacionados ao emprego e desemprego no terceiro trimestre de 2010 disponibilizados pelo Ministério do Trabalho e Emprego (MTE). Esta elaboração dá sequência à análise da realidade do primeiro semestre de 2010, publicada no dia 07 de setembro nas Notícias IHU com o título “Emprego e desemprego no Vale do Sinos no primeiro semestre deste ano”. No Estado…