Trabalho (90)

Um a cada três postos de emprego formais de 2002 não existe mais em 2014 no setor calçadista do Vale do Sinos. O aumento do número de estabelecimentos não contribuiu com maior geração de emprego no período. A migração para o vizinho Vale do Paranhana e para o Nordeste do Brasil também contribui com a redução da representatividade relativa da indústria na região. O Observatório da realidade e das políticas públicas do Vale do Rio dos Sinos – ObservaSinos, programa do Instituto Humanitas Unisinos –…
Pela primeira vez no ano, há redução de postos de emprego formais no Vale do Sinos. Desta forma, em abril de 2016 constata-se que o aumento de postos de emprego no subsetor da indústria de calçados não acompanhou a queda em outros setores, como registrado no primeiro trimestre do ano. O setor de calçados tem importância elevada na geração de empregos na região. O Observatório da realidade e das políticas públicas do Vale do Rio dos Sinos – ObservaSinos, programa do Instituto Humanitas Unisinos –…
Aumento de postos de emprego no Vale do Sinos pelo terceiro mês consecutivo apoia-se na movimentação positiva do setor da indústria de transformação. No entanto, nos últimos 12 meses, o recuo ainda é de 17.599 postos. Apesar do aumento de postos de emprego, o nível de renda manteve-se em decréscimo no período. O Observatório da realidade e das políticas públicas do Vale do Rio dos Sinos – ObservaSinos, programa do Instituto Humanitas Unisinos – IHU, acessou os dados do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados…
O cenário do mercado de trabalho formal aponta para uma maior participação das mulheres ao longo da história, mas ainda é desigual, principalmente ao comparar os salários médios entre mulheres e homens. A desigualdade entre os dois grupos pode ser ainda mais acentuada ao comparar setores econômicos específicos. O Observatório da realidade e das políticas públicas do Vale do Rio dos Sinos – ObservaSinos, programa do Instituto Humanitas Unisinos, acessou os dados da Relação Anual de Informações Sociais – RAIS e do Cadastro de Empregados…
Após 9 meses de queda consecutiva, postos de empregos formais na região dos Sinos voltam a crescer em janeiro de 2016, inclusive com um aumento maior que o registrado em janeiro de 2015. A Indústria de transformação contribuiu para este quadro, com destaque para o subsetor da indústria de calçados. O Observatório da realidade e das políticas públicas do Vale do Rio dos Sinos – ObservaSinos, programa do Instituto Humanitas Unisinos – IHU, acessou os dados do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados - CAGED…
No ano de 2015, a crise econômica nacional intensificou-se com a queda de postos de emprego formais no país, no estado e na Região Metropolitana de Porto Alegre. A redução percentual de postos no Vale do Sinos, no entanto, foi a maior de todas. O Observatório da realidade e das políticas públicas do Vale do Rio dos Sinos – ObservaSinos, programa do Instituto Humanitas Unisinos – IHU, acessou os dados do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados – CAGED do Ministério do Trabalho e Previdência Social. É importante…
O Observatório da realidade e das políticas públicas do Vale do Rio dos Sinos – ObservaSinos, programa do Instituto Humanitas Unisinos – IHU, acessou os dados do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados – CAGED do Ministério do Trabalho e Previdência Social referente aos dados do mercado de trabalho formal no Vale do Sinos em novembro de 2015. A tabela 01 apresenta a movimentação no mercado de trabalho formal no Vale do Sinos por setores econômicos, definidos pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística – IBGE, em novembro de 2015. É possível verificar que…
O Observatório da realidade e das políticas públicas do Vale do Rio dos Sinos – ObservaSinos, programa do Instituto Humanitas Unisinos – IHU, acessou os dados do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados – CAGED para verificar a movimentação no mercado formal de trabalho do Vale do Sinos tomando como referência o mês de outubro de 2015. Nos últimos 12 meses a redução de 16.500 postos de emprego formais no Vale do Sinos apresenta um forte impacto na população quanto às possibilidades de adquirirem renda como um garantidor de vida. Se em dezembro…
O Observatório da realidade e das políticas públicas do Vale do Rio dos Sinos – ObservaSinos, programa do Instituto Humanitas Unisinos – IHU, tem o trabalho como uma das áreas de interesse e, por isso, de estudo e análise. As transformações do mundo do trabalho e de suas implicações na vida do/a trabalhador/a têm sido analisadas no contexto da região do Vale do Sinos. Recentemente este compromisso do ObservaSinos foi ampliado pela demanda dos trabalhadores do setor metalúrgico, para a realização de um processo de formação destinado aos cipeiros com…
O Observatório da realidade e das políticas públicas do Vale do Rio dos Sinos – ObservaSinos, programa do Instituto Humanitas Unisinos – IHU, acessou o Cadastro Geral de Empregados e Desempregados - CAGED para analisar a movimentação no mercado de trabalho no mês de setembro do Vale do Sinos a partir da relação entre admissões e desligamentos. A movimentação do mercado de trabalho é um importante indicador das realidades, pois apresenta a travessia vivida pela população e pelo desenvolvimento contemporâneo. Para tanto, os dados coletados expressam não apenas a movimentação do…