Relatório da reunião dos observatórios sobre o IX Seminário

  • Quinta, 30 de Maio de 2019

Na quinta, dia 23 de maio, ocorreu a reunião da Rede de Observatórios sobre o IX Seminário. Estavam presentes Cristina Maria dos Reis Martins, do Observatório Estadual de Segurança Pública do RS; Salvatore Santagada, do Sindicato dos Sociólogos; Adriano Zerrielli, do Observatório das Metrólopes; Liane Bayard, do Observatório de Porto Alegre, que chegou mais tarde; e, do Observasinos, Guilherme Rodrigues, João Conceição e Bruna Lago. Os temas levantados são referentes à preparação para o seminário, como custos, participações e layout. 

João trouxe os orçamentos que foram submetidos ao CNPQ, Capes e Fapergs (até a quinta-feira, ainda não havia sido enviado o orçamento para a Fapergs) e repassou os dados para o grupo. Os valores incluem passagens para convidados de fora, lanche, banners para divulgação, banners para os trabalhos, itens necessários para os dois dias de seminário e pagamento dos palestrantes. Seguinte a isso, foi comentada a nova opção de arte para o seminário, incluindo a possibilidade de ser usada a mesma para o logo da página do Facebook. Adriano comentou também a necessidade de pagar a divulgação pelo Facebook, já que o alcance orgânico é pequeno e, com isso, atrair maior visibilidade para os observatórios.

O e-book é um item que também foi colocado no orçamento, mas dependendo do valor fornecido, não será coberto. Para o segundo dia, foi proposto trocar o palestrante de São Paulo, Rogério Gerônimo Barbosa, por um membro do IBGE de Porto Alegre. Assim, teria a presença de dois órgãos no seminário, do IBGE e da extinta FEE.

Foi comentado sobre o público-alvo do evento, se as atividades têm atendido às expectativas dos participantes, e também, sobre a necessidade de poder retornar o que se aprende e produz para a comunidade. As oficinas como instrumentos de formação também para a comunidade.

Foi sugerido que, ao final do evento, as ideias sejam postas em debate conjunto entre os participantes, o que seria uma outra forma de finalizar as atividades. Mas tomar cuidado para não deixar o encerramento se alongar e ficar cansativo. Se for feito o debate, seria melhor não haver outra atividade depois. Como sugestão, ficou a retomada da carta de 2018.

Leia mais